Os moradores de Palhoça fazem o levantamento dos prejuízos provocados pela enxurrada desta quinta-feira (17). De acordo com os dados da Defesa Civil, choveu mais de 160mm, volume de chuva esperado para três meses no município.

O prefeito de Palhoça, Camilo Martins, decretou situação de emergência. Oito deslizamentos de terra ocorreram nos bairros Bela Vista, São Sebastião e Praia de Fora, onde cinco casas foram interditadas.

Ao todo, a Defesa Civil atendeu 60 chamados. Foram registradas inundações em ruas dos bairros Pedra Branca, Brejaru, Centro, Pagani, Praia de Fora, Enseada de Brito e Caminho Novo.

 

Moradores contabilizam os prejuízos | Foto PMP

 

De acordo com a Defesa Civil, que iniciou os atendimentos das ocorrências na madrugada de quinta, mesmo com o trabalho constante de limpeza de rios e valas, as inundações não poderiam ser evitadas, porque às 4h de quinta foi registrado um pico de maré alta.

Não há vítimas, nem desabrigados ou desalojados no município. Ainda assim, a prefeitura preparou locais para receberem moradores, caso seja necessário.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul