Na tarde desta quarta-feira, o Governo de Criciúma emitiu nota de esclarecimento sobre a prestação de contas das obras de macrodrenagem da bacia do Rio Criciúma, no bairro Pio Corrêa.

A obra, executada com recursos do Plano 1000, na região central da cidade, foi paralisada na manhã desta quarta-feira (14), em decorrência da falta de pagamento à empresa responsável, consequência do não repasse de valores devidos ao Município de Criciúma, pelo Governo do Estado, apontou o Executivo municipal.

A nota ressalta que não são verídicas as informações apresentadas pela Secretaria de Infraestrutura do Estado de Santa Catarina sobre o atraso e a Secretaria Municipal de Infraestrutura, Planejamento e Mobilidade Urbana esclarece que todas as documentações solicitadas pelo Governo do Estado foram entregues conforme determinado no acordo firmado entre as partes.

Informou ainda que a referida documentação está disponível na Gerência de Convênios da Secretaria Municipal da Fazenda, e é de domínio público, podendo ser acessada por meio dos sistemas "SC transferências" e "Sistema de Gestão de Protocolo".

Confira a nota

"O Governo de Criciúma esclarece que não são verídicas as informações apresentadas pela Secretaria de Infraestrutura do Estado de Santa Catarina, sobre o atraso na prestação de contas das obras de macrodrenagem da bacia do Rio Criciúma, no bairro Pio Corrêa. A obra, executada com recursos do Plano 1000, na região central da cidade, foi paralisada na manhã desta quarta-feira (14), em decorrência da falta de pagamento à empresa responsável, consequência do não repasse de valores devidos ao Município de Criciúma, pelo Governo do Estado.

A Secretaria Municipal de Infraestrutura, Planejamento e Mobilidade Urbana esclarece que todas as documentações solicitadas pelo Governo do Estado foram entregues conforme determinado no acordo firmado entre as partes. Referida documentação está disponível na Gerência de Convênios da Secretaria Municipal da Fazenda, e é de domínio público, podendo ser acessada por meio dos sistemas "SC transferências" e "Sistema de Gestão de Protocolo".

O Governo Municipal informa, no entanto, que a população não será prejudicada, já que será autorizado que a empresa responsável pelas obras dê continuidade aos serviços, ainda que seja necessário investimento com recursos próprios, ressaltando, ainda, que obras complementares, no local, seguem sendo executadas pelo Município.

DECOM | Diretoria Executiva de Comunicação

Prefeitura Municipal de Criciúma | Governo Transparente"