Em um intervalo de 19 dias, três mulheres, que contraíram a Covid-19 na gestação, não resistiram às complicações causadas pelo coronavírus na região.

Em uma das situações, o bebê também não resistiu, como foi no caso da Aline Magalhães Cintra, de 37 anos, moradora de Criciúma. Ela e o bebê, um menino, vieram a óbito no último sábado.

O primeiro caso ocorreu no último dia 26 de março, vitimando a jovem de Içara, Amanda Ferreira Inácio, de 26 anos.

Ela teve que ser submetida a uma cirurgia cesariana de emergência aos sete meses de gestação, por conta do vírus, e nem conheceu a filha, que foi levada à época para o hospital, em Tubarão.

Amanda estava internada no Hospital São José e ficou entubada por 17 dias. A pequena Isabele passa bem.

A vítima mais recente foi Maria Fernanda Francelino Aires, de 25 anos, pedagoga da rede de ensino municipal de Içara.

Ela estava internada em Criciúma e, além da filha recém-nascida, Lívia, deixou o filho Mathias, de pouco mais de um ano, e o esposo, Ezequiel Aires, nesta segunda.

Internação

Outra jovem, esta também de Içara, foi submetida a uma cesariana de emergência na última semana. A bebê está bem, mas ela segue no tratamento de terapia intensiva contra a Covid no Hospital Unimed, em Criciúma.

Familiares e amigos pedem orações.

 

Imagem Meramente Ilustrativa