Em meio à pandemia do coronavírus, outra situação de saúde pública desperta preocupação nas autoridades sanitárias de Blumenau: a febre amarela. Em 2020, de acordo com informações do Governo do Estado, a cidade já contabiliza seis casos confirmados da doença.

O dado é alarmante, tendo em vista que, ao menos desde 2007, o município não tinha registros de contaminação por febre amarela. Atualmente, Blumenau responde por 40% dos 15 casos confirmados da doença em Santa Catarina neste ano.

 

"É uma situação que preocupa. Não podemos nos esquecer das outras doenças. Não vivemos apenas de coronavírus, então não podemos fechar os olhos para doenças como febre amarela e dengue. Estamos monitorando esses casos. Lembramos sempre que a febre amarela tem vacina, e nenhum desses casos tinha registrado da vacina", afirma o secretário municipal de Promoção da Saúde, Winnetou Krambeck.

 

A vacina é a forma mais eficaz de evitá-la. Ela é gratuita e está disponível nas unidades de saúde. Podem ser vacinadas as pessoas com idade entre 9 meses e 59 anos. Cidadãos com mais de 60 anos e doenças autoimunes devem ter autorização médica. Para gestantes, a imunização é contraindicada.

No Vale do Itajaí, além de Blumenau, há confirmações de casos de febre amarela nas cidades de Camboriú (1), Indaial (3) e Pomerode (3), com dois óbitos (Camboriú e Indaial).

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Telegram Jaraguá do Sul