Atualmente em Gaspar, mais de oito mil crianças estão matriculadas em escolas e Centros de Desenvolvimento Infantil (CDI). Dessas, 5.876 crianças e adolescentes estão participando das aulas no módulo semipresencial, as 2.401 participam das aulas no ensino 100% remoto. Em apenas seis meses grandes projetos e investimentos foram realizados na área.

Há mais de um ano o ensino digital tomou conta dos lares de crianças e jovens gasparenses. Para conseguir mais agilidade e qualidade no ensino, a primeira ação da Prefeitura de Gaspar, foi estabelecer uma parceria inédita entre a Google. Através dessa parceria, foi possível ampliar as ações voltadas no ensino remoto, auxiliando os alunos na rotina diária de estudos durante o período de suspensão de aulas presenciais.

Além disso, foram adquiridas 775 unidades de Choromebooks, que são utilizados como laboratório de informática móvel. Os computadores portáteis vão permitir o acesso à internet, além de possuir centenas de aplicativos educacionais cujo conteúdo pode ser controlado pelos professores, possibilitando atividades e aulas cativantes para os alunos.

O prefeito Kleber Wa-Dall destaca a inclusão digital que os equipamentos vão proporcionar. “A educação transforma pessoas e é por isso que não medimos esforços para oferecer às nossas crianças um ensino de qualidade. O Chromebook não é só uma ferramenta pedagógica, ele vai proporcionar a inclusão digital e social. Isso é tecnologia aliada à educação”, destaca.

Apesar do retorno do ensino semipresencial, ainda existem algumas restrições de distanciamento social, que acabam prejudicando as crianças no desenvolvimento emocional. Pensando nisso, a secretaria de Educação adotou o Programa MenteInovadora, da Mind Lab, que tem o objetivo de buscar o aprimoramento das habilidades cognitivas, sociais, emocionais e éticas dos estudantes. Ao todo, 186 professores serão capacitados para a utilização do material.

Novas estruturas

No quesito de obras, o primeiro semestre de 2021 foi destaque, foram mais de três milhões investidos em ampliações, reformas, troca de telhados, criação de quadra esportiva, entre outras.

As escolas e CDIs que tiveram melhorias são: CDI Vovó Leonilda, CDI Mercedes Melato, CDI Cacinhos de Ouro, EEB Ferandino Dagnoni, EEB Olímpio Moretto, EEB Mário Pederneiras e EEB Rudolfo Günter. Mais de três mil pessoas serão beneficiadas com as novas estruturas, entre alunos, professores, comunidade em geral.

“Essas obras trazem mais qualidade de estrutura física, qualidade no local de trabalho dos nossos profissionais, no atendimento as nossas crianças, além de possibilitar a ampliação de vagas em alguns casos. Queremos promover uma qualidade pedagógica no nosso município”, conta o prefeito Kleber Wan-Dall.

Integrar e educar

Aprimorar uma educação mais inclusiva, é uma das principais metas da pasta. Por esse motivo, programas de acessibilidade estão em fase de finalização e, logo estarão com atendimentos para crianças da rede municipal de ensino. O Programa Integrar é um desses, o projeto pretende oferecer assistência mais ampla para as crianças e adolescentes com Transtorno Espectro Autista – TEA.

O projeto irá proporcionar aos alunos inclusão social, atendimento individual de cada caso, atividades externas, interação, comunicação além de contribuir com a promoção da saúde, apoio psicossocial e reabilitação, conforme o projeto terapêutico individual. Além do apoio aos alunos, o projeto vai proporcionar o apoio integral às famílias. O atendimento será realizado por uma equipe multidisciplinar, com psicólogos, psicopedagogos e terapeuta ocupacional.

Além disso, todas as reformas que já foram concluídas nos últimos anos em escolas e CDIs, já foram projetadas para atender pessoas com deficiência. Banheiro acessível, rampas, barra de seguranças, calçadas com piso podo tátil, entre outras.

Novas formas de Ensino

Com o objetivo de instigar professores e alunos, e tornar o ensino mais atraente para os alunos, a Prefeitura de Gaspar, por meio da Secretaria de Educação criaram o “Conexão 180°”. São aproximadamente mil alunos que participam ativamente do projeto, que pretende criar novas rotinas de estudos para os alunos.

Outro projeto que está em execução nas escolas do município, é o “1º Concurso de Oratória nas Escolas”. O objetivo é estimular o desenvolvimento da comunicação da criança, além de ajudar a preparar e incentivar para uma vida social, mercado de trabalho, entre outros.

“Por meio desses projetos, conseguimos proporcionar autonomia e confiança dos nossos alunos. Nosso maior foco é o desempenho e a melhoria da educação para que nossos alunos tenham sucesso. É por eles que estamos aqui, buscando aprimorar as atividades desenvolvidas em sala de aula”, destaca Wan-Dall.

Educação na pandemia

Em fevereiro de 2021 as iniciaram de forma semipresencial. Pais e responsável puderam optar pelo ensino hibrido ou 100% remoto. Para receber os alunos e professores de forma segura, escolas e CDI's criaram Planos de Contingência. Uso de máscaras, distanciamento, redução da capacidade de salas de aula, alternância de horário da merenda, higienização e muitas outras medidas foram adotadas.

Os esforços de servidores, pais e alunos garantiram que a rede municipal de Gaspar tivesse, em todo esse tempo, índices considerados baixos no número de alunos e professores que contraíram a Covid-19 nesse período.

Em Breve

Para o próximo semestre, a Secretaria de Educação já prepara novos programas. Entre eles está o paradesporto, que pretende gerar uma inclusão ainda maior, principalmente na área esportiva. Também está em fase de implementação os I-Diários, que será a lista de presença de professores da rede municipal, a expectativa é que após a criação, será possível diminuir utilização de papéis nas unidades escolares, bem como um controle maior nas atividades dos alunos.

Receba as notícias de Blumenau e região pelo WhatsApp clicando aqui.