A Vigilância Sanitária de Criciúma intensificou as ações de fiscalização de estabelecimentos no município nos últimos meses.

As medidas foram tomadas em combate e prevenção à Covid-19, para o cumprimento de restrições estabelecidas durante a pandemia.

Desde o dia 19 de março, fiscais da Vigilância Sanitária trabalham de forma diária, divididos em três períodos, fiscalizando as normas estabelecidas para conter o avanço do novo coronavírus.

"Temos encontrado algumas irregularidades durante esse trabalho de verificação. O principal fator que não está sendo cumprido é o distanciamento, especialmente em locais de serviço de alimentação", destaca o fiscal da Vigilância Sanitária de Criciúma, Samuel Bucco.

Em menos de dois meses, o órgão já vistoriou aproximadamente 500 estabelecimentos.

"Estamos trabalhando de forma intensa, inclusive em fins de semana e feriados. Sabemos da importância das normas estabelecidas e vamos fazer com que elas sejam cumpridas", frisa Bucco.

Os estabelecimentos que estiverem descumprindo as determinações estão sujeitos a punições.

A aplicação da punição varia de notificações à interdição, dependendo da infração observada.

Outros serviços seguem funcionando normalmente

Além dos serviços realizados de prevenção e combate à Covid-19, a Vigilância Sanitária segue realizando atividades de rotina como inspeções para liberação de alvarás sanitários, atendimento à denúncias, atendimento interno ao público e atendimento à requisições de inspeções do Ministério Público.