A Gerência de Agricultura e Agronegócios da Prefeitura Municipal de Criciúma, juntamente com a Epagri e alguns produtores, se reuniram para discutir os pontos positivos, e a serem melhorados, do sistema delivery da Feira de Agricultura Familiar.

As entregas estão acontecendo aos sábados, das 8h às 12h, e os pedidos podem ser feitos de segunda, a partir das 19h, à sexta-feira, até as 20h.

De acordo com a gerente de Agricultura e Agronegócio de Criciúma, Maristela Oenning Borgert, a discussão teve embasamento na logística de entrega, embalagens e satisfação do cliente.

“Eu tenho recebido muitas fotos e depoimentos positivos de quem está adquirindo os nossos produtos, e isso faz com que a gente queira ainda mais fazer acontecer. Todos estão empolgados nesse trabalho”, enfatizou a gerente.

Atualmente, o sistema delivery conta com oito produtores.

As entregas estão sendo feitas em rodízio pelos feirantes. Contam com três carros, sendo duas pessoas em cada um deles.

“São quase 90 itens disponíveis no site. Esses produtos precisam chegar à pessoa que vai transportar de uma maneira que ela consiga se organizar em tempo hábil e transportar até o cliente com qualidade. Queremos ter sucesso na nossa feira”, enfatizou o produtor Pedro Henrique Aguiar Giassi.

Além dos tipos de produtos já inclusos como bolachas, carnes e embutidos, frutas, pizzas, pães, pamonhas, verduras e legumes, estão sendo oferecidas novas categorias, como cucas, pão de batata doce, biomassa orgânica, cebola roxa, filé de tilápia, banana orgânica e banana passa orgânica no chocolate.

Os pedidos continuam sendo feitos pelo site kyte.site/agricultura-familiar-2, com o valor mínimo de RS 40.