Autoridades do Município de Criciúma, em especial da Saúde, estiveram reunidas na manhã desta sexta-feira, com o prefeito Clésio Salvaro, em uma live para ressaltar a importância da imunização completa contra a Covid-19.

Na cidade, cerca de duas mil pessoas não compareceram para tomar a segunda dose da vacina.

Segundo o prefeito, a vacinação é de interesse coletivo, e não individual e, aquele que não comparecer para a segunda aplicação sem atestado médico ou justificativa plausível, dará a vez para quem ainda não foi imunizado. Ou seja, essa dose que estaria disponível para segunda aplicação irá ser aplicada pela primeira vez em quem ainda não foi contemplado.

“Vacina na geladeira não salva vidas. Quero agradecer a todos aqueles que foram se vacinar. Esses são os verdadeiros cidadãos. Dez dias depois do prazo limite, aquele que não tomou a segunda dose está fora da nossa conta. A vacina será então aplicada naquele que ainda não tomou, exceto se comparecer em uma unidade de saúde devidamente justificado, com atestado médico de o porquê não tomou a segunda dose. Lamentavelmente ainda perdemos a primeira dose, mas não a segunda”, explanou.

O prefeito ressaltou que a live é para fazer um chamamento especial e que hoje, até às 21h nas unidades de saúde, e amanhã, no Salão Paroquial da Santa Bárbara, durante o dia, estará ocorrendo a imunização.

“Não há motivo algum para você não tomar a segunda dose. Sabemos que muitas pessoas tiveram reação. Eu também tive. Fiquei com mal-estar, com o braço dolorido, com dor de cabeça por alguns dias, mas melhor isso do que ir para o hospital, ser entubado e, às vezes, até a morte. Quando você tem alguma reação é até positivo, pois está criando o anticorpo”, disse, com base nas falas dos especialistas presentes.