"Vacina boa é vacina no braço! Em Criciúma, quem escolher vacina vai para o fim da fila. Vacinas são seguras e salvam vidas", ressaltou o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, em suas redes sociais, ao lado do secretário municipal de Saúde, Acélio Casagrande, nesta quinta-feira.

A decisão foi protocolada em decreto, assim como ocorreu na cidade de São Paulo. Quem chegar para se vacinar e se recusar por querer escolher a vacina, assinará um termo. Se caso recusar assinatura, o termo será assinado por dois profissionais.

Só quando encerrar a vacinação em maiores de 18 anos é que esta pessoa que recusou terá então direito a receber a dose.

“Vacina não é vinho, não é blusa, não é roupa, não é um par de sapato que você escolhe a marca. Todas elas têm a sua eficácia e foram aprovadas pela Anvisa. Vacina salva você e a vida de quem convive próximo a você. Você não tem direito de escolher a vacina, vacina boa é aquela que vai no braço. Vacina boa é a vacina da vez”, reforçou o chefe do Executivo.

De acordo com o secretário, 40 mil moradores acima de 18 anos ainda não se cadastraram no Portal Minha Vacina ( minhavacinacriciuma.com.br/site/) e mais de seis mil pessoas acima de 45 anos ainda não tomaram a primeira dose do imunizante.

"Pedimos que a população se cadastre previamente no site. Os moradores estão deixando chegar na idade para realizar o cadastro e isso está interferindo no nosso planejamento de imunização. Pedimos que os moradores façam o cadastro o quanto antes", solicitou o secretário.

O cadastro no Minha Vacina é o primeiro passo para o morador receber a dose contra Covid-19. O cidadão também precisa levar documento de identificação, cartão SUS e comprovante de residência. Para os grupos prioritários é preciso ainda anexar no site todos os documentos comprobatórios do exercício da profissão e a sua condição de saúde.

Novo lote

Um novo lote com 7.028 doses da vacina contra Covid-19 chegou nesta quinta-feira na cidade. A vacinação para os grupos contemplados (tabela abaixo) inicia a partir desta sexta-feira (2), das 8h às 17h, em todas as salas de vacinação do município.

A previsão, segundo o prefeito, é de que no sábado, também das 8h às 17h, a imunização contemple os moradores acima de 44 anos.

Confira grupos contemplados:

  • Pessoas acima de 45 anos
  • Caminhoneiros
  • Motoristas e cobradores do transporte coletivo rodoviário de passageiros urbanos e de longo curso
  • Trabalhadores da limpeza urbana
  • Trabalhadores do transporte ferroviário de passageiros e de cargas
  • Professores
  • Pessoas acima de 18 anos com comorbidades, com doença renal crônica em diálise, transplantados de órgãos sólidos ou medula óssea
  • Gestantes, puérperas e lactantes (tabela abaixo)
  • Deficientes permanentes
  • Forças de segurança e salvamento
  • Funcionários do sistema prisionalVacinação Lactantes
  • Lactantes que amamentam crianças com até 6 meses de idade: poderão ser vacinadas a partir de 19 de junho;
  • Lactantes que amamentam crianças entre 6 meses a < de 1 ano de idade: poderão ser vacinadas a partir de 26 de junho;
  • Lactantes que amamentam crianças entre 1 ano a < de 2 anos de idade: poderão ser vacinadas a partir de 03 de julho;
  • Lactantes que amamentam crianças maiores de 2 anos de idade: poderão ser vacinadas a partir de 10 de julho.


#EuNãoEscolhoVacina

A Secretaria Municipal de Saúde lançou uma hashtag no Instagram (instagram.com/saudecriciuma/) #EuNãoEscolhoVacina. A iniciativa visa conscientizar à população que todos os imunizantes são eficazes e que não deve escolher entre um e outro.