Composta por massa fina ou grossa, queijo, molho de tomate e uma infinidade de ingredientes, a pizza é um dos alimentos mais apreciados no mundo. Em nosso país ela ganhou o coração e o paladar dos brasileiros, e também uma data somente dela para celebrar.

Dia 10 de Julho foi instituído o Dia da Pizza pelo então secretário de turismo, Caio Luís de Carvalho, no ano de 1985. Na época foi feito um concurso na cidade de São Paulo que elegeria as 10 melhores receitas de Pizza de Mussarela e Margherita. O evento foi um sucesso e a data de seu encerramento, 10 de julho, foi escolhida como data oficial de comemoração.

E, para acompanhar esta refeição, nesse clima gelado de inverno, nada melhor que um bom vinho. Para cada preparo é possível encontrar a harmonização perfeita, que eleve ainda mais o sabor do prato.

O sommelier da Decanter Blumenau, Sidney Lucas, listou alguns rótulos para acompanhar os sabores mais tradicionais da pizza.

As tão pedidas que levam embutidos, como calabresa e portuguesa, precisam levar em consideração a acidez do vinho para uma boa harmonização. “Com a pizza portuguesa, por exemplo, o vinho tem que ter pouco tanino, pois este componente não combina nada com a proteína do ovo e juntos podem resultar num sabor desagradável”, explica o sommelier. A sugestão do especialista para acompanhar estes sabores é um vinho leve, como o italiano Albino Armani Pinot Nero é uma boa opção.

Já para a pizza com sabor quatro queijos, para cortar a gordura nada melhor que um vinho bem fresco. A dica do sommelier é o Alain Brumont Gros Manseng - Sauvignon Blanc.

A famosa margherita também conta com a gordura do queijo, porém necessita de um vinho capaz de combinar com outros dois ingredientes adicionais, o tomate e o manjericão. Neste caso, o sommelier aposta no tinto Rocca Delle Macìe Rubizzo Chianti Colli Senesi D.O.C.G.

O sabor com camarão já combina com vinhos brancos de boa acidez, principalmente por causa da presença do fruto do mar. A indicação de Sidney é o Chardonnay, como o saboroso Meurgey-Croses Mâcon Uchizy da França.

História da Pizza

Coincidência ou não, a pizza e o vinho estão presentes na humanidade desde a Idade Média.

Muitos pensam que a pizza tem origem na Itália, porém a massa só chegou em terras italianas por volta do século 11, durante as Cruzadas. O queijo adicionado posteriormente como opção de cobertura e o molho de tomate só foi chegar nessa combinação a partir do século 16. Porém, os primeiros registros da massa feita à base de água e farinha datam de mais de seis mil anos atrás no Egito, conhecida como “pão de Abrahão” ou “piscea”, consumida por hebreus.

Os italianos foram os responsáveis por inovar a receita e adicionar ingredientes que lembrassem a própria bandeira do país, como o famoso sabor Margherita, uma singela homenagem à rainha da Itália do século XIX, Margherita di Savoia.

No Brasil a pizza chegou primeiro em São Paulo, com os imigrantes italianos no bairro do Brás. Com a popularização ganhou novos e inusitados sabores, como as combinações com sorvete, frutas e chocolate.