“De quem é a rua, a rua é de quem”? Este é o refrão da música cantada na peça teatral “De quem é a rua?”, que estreou nesta segunda-feira (13), pela manhã, tendo como público seis turmas que cursam o 3o ano do Ensino Fundamental da Escola Municipal Hilda Anna Krisch. A apresentação foi realizada no Galpão de Teatro da Associação Joinvilense de Teatro (Ajote), Cidadela Cultural Antarctica, promovida pela Escola Pública de Trânsito (Eptran). A peça teatral é da Essaé Companhia de Teatro e foi desenvolvida especialmente a pedido da Escola Pública de Trânsito como ferramenta educativa. Usando objetos para retratar o cenário do trânsito, traz como personagens centrais um menino e seu avô, abordando comportamento no trânsito, respeito à sinalização, direção defensiva e uso do cinto de segurança. “A peça trabalha o lado humano, valores e, essencialmente, e importância da vida”, destacou a gerente da Eptran, Ana Maria Dias da Costa. No final, os alunos foram convidados a participar, contando o que aprenderam. Muitos ergueram os dedos para dizer o que aprenderam: respeitar a velocidade, não ingerir bebida alcoólica e dirigir, atravessar na faixa de pedestres, pedalar na ciclofaixa. Na próxima segunda-feira (20), será a vez de seis classes de alunos do 3o ano do Ensino Fundamental da Escola Municipal Ada Sant´Anna da Silveira, divididos também em apresentações às 9 e 15 horas, porém as apresentações serão no Cesita. A iniciativa faz parte de ações educativas desenvolvidas pela Eptran com crianças, com o objetivo de promover um trânsito mais humano e seguro, incentivando o desenvolvimento de valores de cidadania e atitudes conscientes. *Com informações da Prefeitura de Joinville