Destinação do helicóptero de uso exclusivo do governador para o transporte de órgãos e tecidos agilizou ações da SC Transplantes | Foto Mauricio Vieira/Secom
Destinação do helicóptero de uso exclusivo do governador para o transporte de órgãos e tecidos agilizou ações da SC Transplantes | Foto Mauricio Vieira/Secom

A SC Transplantes vive um início de ano histórico. Apenas nos três primeiros meses de 2019 foram 72 doações de múltiplos órgãos, um crescimento de quase 20% em relação ao mesmo período do ano passado. Foram 21 doações em janeiro, 24 em fevereiro e outras 27 em março. No ano passado, o primeiro trimestre contabilizou 59 doações.

"Há um verdadeiro exército em prol da doação de órgãos que a gente conta. O Estado já é o primeiro no ranking nacional. Queremos garantir isso cada vez mais. Com mais doadores e com mais esperança", diz o secretário da Saúde, Helton Zeferino.

Além do crescimento significativo, a SC Transplantes, estrutura vinculada à Secretaria de Estado da Saúde, registrou dois recordes em 2019: teve o melhor desempenho em um mês de fevereiro e o maior número de doações em um único dia. Historicamente, fevereiro tem baixos índices de doações e, até então, os números mais expressivos foram registrados em 2016 e 2017, com 20 ocorrências cada.

O transplante de córneas foi realizado 117 vezes, enquanto o de rim ocorreu em outras 58 oportunidades | Foto Divulgação/Secomjoon

Transplantes

Em relação aos transplantes, o crescimento também foi significativo: passou de 235 entre janeiro e março do ano passado para 291 realizados até aqui em 2019. O transplante de córneas foi realizado 117 vezes, enquanto o de rim ocorreu em outras 58 oportunidades.

A doação de órgãos em Santa Catarina tem registrado resultados expressivos. O número de doadores cresceu desde 2005, com um incremento de 50% na taxa de doadores efetivos nos últimos seis anos. A taxa de doações efetivadas (cálculo entre notificações realizadas e doações concretizadas) em 2019 é de 46%. Em 16 casos notificados houve contra-indicação clínica, e em outros 29 ocorreu a recusa por parte de familiares.

A destinação do helicóptero de uso exclusivo do governador para o transporte de órgãos e tecidos também foi uma boa notícia para a SC Transplantes em 2019. A ação foi fruto de um convênio assinado pelo governador Carlos Moisés no dia 6 de fevereiro. No primeiro trimestre, o helicóptero foi utilizado em seis oportunidades, transportando órgãos para pacientes que aguardavam na fila e necessitavam de agilidade.

* Com informações da SES

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?