A Diocese de Criciúma celebrou nessa sexta-feira, em comunhão com os católicos do mundo inteiro, o dia de São José, padroeiro da diocese e da Igreja.

Seguindo os protocolos de saúde no combate à Covid-19, o bispo Dom Jacinto Inacio Flach presidiu Missa Solene na Catedral. A celebração eucarística foi concelebrada pelos padres da paróquia São José e por demais padres da cidade de Criciúma.

Em sua homilia, o epíscopo recordou as características de São José, "homem do silêncio, da criatividade e do trabalho" e falou da relação de Deus com o mundo.

"Olhando a história de Maria e de José nós percebemos que Deus sempre trabalha na humanidade contando com a nossa participação, que seus filhos e filhas participem da história", disse o bispo destacando que "em nossa vida somos instrumentos de Deus".

Neste ano, para celebrar os 150 anos da declaração do Esposo de Maria como Padroeiro da Igreja Católica feita pelo Beato Pio IX no dia 08 de dezembro de 1870, o Papa Francisco convocou o "Ano de São José" com a Carta Apostólica "Patris corde – Com coração de Pai".

A diocese festeja ainda seu padroeiro em maio, por ocasião da memória litúrgica de São José Operário, patrono dos trabalhadores.