Na tarde de sábado (10), fiéis participaram da Santa Missa com o rito de Ordenação Presbiteral do então Diácono Israel Maia Teixeira. A celebração teve início às 15h e foi presidida pelo bispo da Diocese de Criciúma, Dom Jacinto Inacio Flach, e concelebrada por dezenas de padres, na Igreja Matriz da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, em Forquilhinha. O pedido de ordem e testemunho do candidato foi feito pelo pároco da paróquia anfitriã, padre Pedro Paulo Custódio.
Alegrai-vos sempre no Senhor

Durante sua homilia, Dom Jacinto destacou que anunciar Cristo é dar as respostas para todas as perguntas, de levar esperança a todos os corações, de dar a vida e ter um coração de pastor segundo o coração de Deus. "A alegria é sinal de quem tem esperança, o fruto do Espírito Santo, assim como o Pai nos dá a graça da fé e do amor, a esperança nos oferece a felicidade para a vida", disse o epíscopo.
Em suas palavras, o bispo diocesano também enfatizou que a ordenação de um padre é sempre motivo de bênçãos, graças e a continuidade da missão de Jesus Cristo na terra. "Deus quer contar conosco para que o seu reino e o seu amor jamais sejam esquecidos". O Diácono Israel foi ordenado sob o lema sacerdotal "Alegrai-vos sempre no Senhor. Repito, alegrai-vos" (Filipenses 4,4).
O rito de ordenação presbiteral

Após a reflexão, deu-se sequência ao rito com o propósito do eleito, a ladainha de todos os santos e a imposição das mãos e prece de ordenação. Depois, o padre foi revestido com a estola e a casula, em seguida, teve as mãos ungidas com o óleo do Crisma por Dom Jacinto. Sua primeira bênção como sacerdote foi concedida a sua mãe e ao seu pai, logo após, recebeu o cálice e a patena.
Agradecimento e homenagem

Ao final da celebração, o já ordenado padre Israel agradeceu a Deus o dom da vocação, motivo da sua força e alegria. O novo sacerdote diocesano manifestou sua gratidão a todos os que lhe foram próximos, formadores, padres, familiares e a todos os que o ajudaram e rezaram durante esse tempo de estudos, pastoral e discernimento. "A vocação nunca é mérito, mas dom de Deus que olha para os corações e nos convida a trabalharmos em sua messe apesar de sermos insuficientes", disse.
Ao final, o novo presbítero recebeu o carinho dos fiéis, que confraternizaram com ele. Padre Israel celebra sua primeira missa neste domingo, às 10h, na Igreja Matriz da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, em Forquilhinha.

---
Fotos: Tiago Clezar/Diocese de Criciúma
---
Tiago Clezar
Setor de Comunicação
Diocese de Criciúma