O Dia Mundial do Coração, lembrado no dia 29 de setembro, é um momento importante para refletir sobre a importância de manter hábitos saudáveis e mudar a rotina estressante do dia a dia. A data foi criada no ano 2000 pela World Heart Federation - WHF com o objetivo principal de promover a saúde cardiovascular.

 

Entre os principais fatores de risco para as doenças do coração estão a pressão alta (hipertensão), diabetes, colesterol elevado, tabagismo, obesidade e sedentarismo, além de história familiar de infarto.

 

“A principal doença que acomete o coração é a chamada aterosclerose (formação de placas de gordura que obstruem os vasos do coração – causada pelos fatores de risco) e que leva ao infarto (morte) do músculo cardíaco. A aterosclerose é a responsável também por boa parte dos casos de acidente vascular cerebral, que junto com o infarto agudo do miocárdio, são a principal causa de morte no país e causam mais óbitos do que os canceres de mama, próstata e pulmão somados”, explica o médico cardiologista do Hospital São José, André De Luca dos Santos (CRM – 11807 | RQE – 7679).

 

Segundo o cardiologista, as doenças do coração podem ter influência genética, o que necessitam de ainda mais atenção dos pacientes considerados de risco.

 

“Pacientes com família com histórico de infarto agudo do miocárdio precoce (menos de 65 anos para mulheres e menos de 55 anos para homens) em parentes de primeiro grau, apresentam até quatro vezes mais risco também terem um infarto. Nestes casos, a avaliação do cardiologista é muito importante, principalmente na busca de fatores de risco que possam ser corrigidos e na identificação daqueles indivíduos sob risco”, aponta o médico.

 

A prevenção das doenças do coração inclui a mudança da rotina, que muitas vezes não é saudável, inclusão de exercícios físicos e acompanhamentos de rotina ao médico e especialistas.

 

Ação especial para os colaboradores do HSJosé

 

Para celebrar a data, os colaboradores do HSJosé são convidados a participar de uma ação especial que tem o principal objetivo de promover a qualidade de vida, a saúde e o bem-estar de todos os profissionais da instituição.

 

“Nos dias 27 e 28 de setembro teremos equipes para aferir a pressão, levar orientações nutricionais, além de outras iniciativas. Além disso, também estamos realizando o descarte correto de medicamentos que não são mais utilizados. Nesses dois dias, os colaboradores podem trazer até a instituição o que não utilizam mais e eles serão encaminhados para o descarte”, explica a coordenadora do pronto socorro do HSJosé, Camila Inácio Padilha.

 

De acordo com Camila, a ideia é levar informações importantes sobre a saúde e prevenção das doenças do coração.

 

Ação especial na Praça Nereu Ramos

 

No Dia Mundial do Coração, dia 29, o HSJosé estará na praça Nereu Ramos, juntamente com os signatários do Movimento de Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

 

“Iremos trabalhar um dos objetivos de desenvolvimento social, que é a Saúde e Bem-estar. Por isso, iremos levar ações como aferir a pressão e outras orientações voltadas à saúde e principalmente à prevenção das doenças cardiovasculares”, explica a assistente de Meio Ambiente do setor de Qualidade do HSJosé, Franciani Sandrini Angulski.

 

Sobre a ODS:

 

A iniciativa é um movimento social constituído por voluntários, de caráter apartidário, plural e ecumênico, que tem a finalidade de contribuir para a melhoria da qualidade de vida da sociedade catarinense. Entre as principais ações desenvolvidas está o trabalho para cumprir com os compromissos da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, aprovada pelos países membros da ONU durante sua 70ª Assembleia Geral realizada em setembro de 2015, em Nova York.

 

O movimento busca a construção de uma sociedade melhor, socialmente inclusiva, ambientalmente sustentável e economicamente equilibrada.