Antigamente, para atender as necessidades das pessoas que, por motivos diversos ficavam doentes, com o apoio, principalmente de entidades religiosas, a sociedade se unia para criar locais onde a população pudesse ser tratada e cuidada no âmbito da saúde.

Por esse motivo, foram criados os hospitais.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), eles têm a função de promover a cura dos doentes, prevenir doenças e estimular pesquisas para tratamento de diversas patologias.

Todo esse empenho e dedicação para com a vida das pessoas não seriam possíveis com uma ou duas mãos apenas.

Esse esforço só pode acontecer com um grande empenho coletivo e muitas pessoas envolvidas: médicos, enfermeiros, técnicos, manutenção, administradores e muitos outros profissionais que fazem com que toda instituição hospitalar continue exercendo seu papel: de ajudar as pessoas.

Dia em especial

Dessa forma, para que assuntos relacionados à área fossem debatidos e conversados continuamente, a OMS estabeleceu que o dia 2 de julho fosse intitulado o Dia Nacional do Hospital.

Desde então, muita coisa mudou e importantes evoluções no âmbito hospitalar aconteceram.

“Percebemos o quanto é vital para uma comunidade o acesso e recursos necessários para o alívio da dor, do sofrimento. Hoje vemos quão importante é para a sociedade ter uma instituição de saúde bem equipada, com profissionais qualificados e com estrutura que ofereça segurança. Precisamos nos dar conta de que podemos viver sem muitas coisas, mas não podemos ficar sem estruturas de saúde”, coloca a diretora-geral do Hospital São José, de Criciúma, Irmã Isolene Lofi.

Aliás, o HSJosé é um grande exemplo disso.

Uma das instituições mais antigas do estado, com 83 anos de fundação, que vem desempenhando um significativo papel de atendimento médico-hospitalar para toda população da região Sul do Brasil e hoje é considerado hospital referência para atendimento em diversas áreas da medicina.

“Do coração brota um enorme sentimento de gratidão e reconhecimento ao Hospital São José e demais hospitais, iniciados muitas vezes de forma pequena, precária, aperfeiçoada, ampliada, com tecnologias modernas, por pessoas corajosas e audazes. Desde o início, acolhendo e cuidando da vida dos doentes e oferecendo oportunidade de realização profissional a tantos colaboradores, médicos, voluntários, estudantes, que no dia a dia, incansavelmente se doam pelo cuidado da vida. Gratidão a todos e na alegria continuemos nossa missão”, agradece a vice-diretora do HSJosé, Irmã Terezinha Buss.

Homenagem a todas as instituições hospitalares

Segundo o diretor administrativo do HSJosé, Laércio Régis Ferrari, o dia 2 de julho é um momento de homenagear todas as instituições hospitalares.

“Queremos homenagear todos os profissionais da nossa Instituição e a todos os profissionais de saúde, de modo geral, ainda mais neste momento tão difícil em que nos encontramos.

Queremos enaltecer a todos os profissionais da saúde e, inclusive, os que atuam, não diretamente com a saúde, mas que se dedicam voluntariamente em nosso hospital trazendo alento, conforto, carinho e amor ao próximo. São diversas equipes ao longo desses anos que vêm se dedicando a esta Instituição”, acrescenta.

A missão, visão e valores do HSJosé estão pautadas na prestação de serviços hospitalares com excelência, com reconhecimento em alta complexidade, alicerçada na humanização, inovação, ensino e pesquisa, sempre objetivando a qualidade e a segurança para todos os pacientes.

“Temos como valores fundamentais, a dedicação total ao paciente, colaboração, comprometimento, ética e responsabilidade social, que nos norteiam e fazem a diferença da nossa organização. Esta visão fortalece o Hospital São José na busca contínua de inovação com novas estruturas físicas, tecnológicas e de serviços médicos para atender toda nossa macrorregião e demais regiões do estado.

Ao mesmo tempo vemos a necessidade de melhorias, sejam nas áreas do conhecimento de ensino e pesquisa, no desenvolvimento de recursos humanos e tecnológicos”, relata Laércio.

A estrutura

A entidade constitui-se de um complexo hospitalar com 308 leitos, incluindo 40 de UTI.

Destes, coloca à disposição da sociedade, para usuários do SUS, 233 leitos de internação e 30 de UTI, 12 salas cirúrgicas e 1,7 mil profissionais entre:

  • médicos
  • irmãs
  • colaboradores
  • médicos residentes
  • acadêmicos de Medicina
  • enfermagem
  • nutrição
  • fisioterapia
  • farmácia
  • psicologia
  • serviço de apoio
  • engenharia e manutenção
  • outros serviços
  • estagiários na área da saúde
  • voluntários que dedicam diariamente suas vidas em prol dos doentes

Todos estes serviços disponíveis totalizam mais de 90 setores.

A instituição conta ainda com médicos residentes, acadêmicos de Medicina, enfermagem e outros estagiários na área da saúde, com mais de 3 mil alunos/ano, de entidades que prestam serviços sociais e voluntários.

O São José possui uma área física total de 27 mil m², totalizando áreas de apoio, de ensino e pesquisa, salas cirúrgicas e internações, destinadas à prestação de serviços hospitalares.

Referência

O HSJosé também é referência em alta complexidade nas especialidades de cardiologia, cirurgia vascular, ortopedia e traumatologia, nefrologia e neurocirurgia.

Os serviços de alta complexidade envolvem recursos de alta tecnologia e custo, além de profissionais especializados e à disposição 24 horas por dia.

“O ambiente hospitalar é complexo e com novos desafios a cada dia. Frente à direção técnica, temos o desafio de manter todas as áreas envolvidas nos atendimentos em perfeita sintonia para que profissionais de saúde possam exercer suas atividades em conjunto, sempre utilizando de todo aparato tecnológico disponível em prol da melhora do paciente com a máxima segurança”, ressalta o Dr. Raphael Elias Farias, diretor-técnico.

Hoje, o hospital desenvolve e proporciona assistência médico-hospitalar para pessoas de todos os grupos sociais do Sul catarinense, apoiado por programas de ensino e pesquisa.

Inserido nas regiões da Amrec, Amesc e Amurel, o HSJosé contempla 43 municípios e é referência para atendimento de aproximadamente 1 milhão de pessoas.

Hospital Nível II

O Hospital São José foi reconhecido e possui o certificado de Hospital Acreditado Pleno, concedido pela Organização Nacional de Acreditação (ONA), definido pela entidade “para instituições que, além de atender aos critérios de segurança, apresentam gestão integrada, com processos ocorrendo de maneira fluida e plena comunicação entre as atividades”.

Segundo a diretoria da Instituição, a certificação reforça que o Hospital São José está entre as instituições de saúde que mais crescem em qualidade, serviços disponibilizados, recursos tecnológicos e gestão.

“Neste 2 de julho, quando se lembra o Dia do Hospital, mais do que nunca nos damos conta da importância destas instituições ao vivermos um tempo de tão grandes desafios, experimentados por todos, que é a pandemia do coronavírus. Vimos e vemos ainda a carência e as falhas que se apresentam nesta pandemia na área da saúde, as fragilidades encontradas ao faltarem espaços adequados, equipamentos, medicamentos necessários para as instituições de saúde. Que este dia nos torne mais conscientes de nosso papel para a construção de uma sociedade justa e solidária, para com estas instituições e para com aqueles que nelas se dedicam, entre lutas e desafios diariamente”, conclui a Irmã Isolene Lofi.


Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul