É com um largo sorriso no rosto e com todas as opções do cardápio na ponta da língua que Guilherme Prim, 18 anos; Fernando Manerich, 22 anos; e Leandro Garcia, 27 anos, recebem a clientela na Cafeteria Especial, localizada na Ponta Aguda, em Blumenau.

Além da simpatia e da alegria de viver, os três possuem uma coisa em comum: a síndrome de down. Mas isso não os priva de nada. Pelo contrário. Eles são pessoas como quaisquer outras, trabalham, têm namoradas, andam de ônibus, cantam, dançam, assistem futebol e muito mais.

No Dia Internacional da Síndrome de Down, celebrada nesta quinta-feira (21), o exemplo da Cafeteria Especial mostra que pessoas com essa alteração genética só precisam de uma oportunidade para comprovar o óbvio: o quão normais elas são.

Foto Giulia Venutti/OCP News Vale Europeu

Trabalho na Cafetaria Especial

A Cafeteria Especial, em funcionamento na cidade desde dezembro do ano passado, foi idealizada por Giorgio Sinestri, com o apoio de Mayara Aline Lopes e Delfino Pellegrini, a partir de uma experiência bem-sucedida presenciada em São Paulo (SP). O objetivo é simples e relevante, funcionar como uma ferramenta de promoção da inclusão, autonomia e autoestima para pessoas com a síndrome de down.

Guilherme, Fernando e Leandro atuam como atendentes e passaram por um processo de treinamento. Sinestri explica que os três são profissionais contratados e devidamente registrados. “Eles recebem o salário regulamentado pela categoria. Para nós, são pessoas normais, tratamos como todo profissional deve ser tratado, com respeito”, afirma. A avaliação dos clientes do recinto em relação ao atendimento oferecido pelo trio supera os 95% de aprovação.

Leandro Garcia | Foto Giulia Venutti/OCP News Vale Europeu

Além de trabalharem, eles também recebem no local acompanhamento pedagógico e aulas de alfabetização, incluindo disciplinas como matemática financeira. E os benefícios da iniciativa já são muito visíveis. Como exemplo, Mayara cita que Guilherme, há cerca de 15 dias, passou a se deslocar sozinho de ônibus para a cafeteria.

Na visão dos idealizadores do projeto, entre as receitas oferecidas no empreendimento, a principal é a sociedade parar de olhar para a síndrome, e começar a enxergar a pessoa.

Participação no Caldeirão do Huck

Neste sábado (23), a Cafetaria Especial de Blumenau será apresentada para todo o país. Na ocasião, dois dos idealizadores da iniciativa, Giorgio e Delfino, participarão do quadro “The Wall”, do programa Caldeirão do Huck da TV Globo, apresentado por Luciano Huck.

Foto Giulia Venutti/OCP News Vale Europeu

O jogo envolve uma dupla que atua em conjunto, tendo como desafiante uma parede de 15 metros, de onde aparecem as perguntas e de onde caem bolas coloridas. O intuito é arrecadar o maior prêmio em dinheiro possível, que no caso de Giorgio e Delfino será revertido para o projeto.

Na ocasião, todos estarão reunidos na Cafeteria Especial para torcer por um resultado positivo.

Cafeteria Especial

Endereço: Rua Uruguai, 422, na Ponta Aguda, em Blumenau
Funcionamento: de segunda-feira a sábado, das 14h às 20h

Foto Giulia Venutti/OCP News Vale Europeu

Quer receber as notícias no WhatsApp?