Após uma década de espera, a escola estadual Darci Franke Welk, que teve a obra iniciada em 2011, e retomada somente no ano de 2021, deu inicio ao ano letivo na segunda-feira (7), no bairro Tifa Martins, em Jaraguá do Sul.

De acordo com o diretor Rodrigo Fernando Holovaty, um pontapé inicial para que a obra fosse retomada foi a interferência da Coordenadoria Regional de Educação de Jaraguá do Sul que desde 2019 foi em busca de soluções junto ao governo do Estado.

“Quando assumi a direção da escola em fevereiro de 2009, a promessa quando me convidaram foi de uma escola nova. E aí veio o projeto, o começo da obra. Uma construtora assumiu, depois parou, outra acabou retomando, e veio outro atraso. Quando o professor Fernando Alflen, assumiu a coordenadoria regional, empenhou-se junto ao governo do Estado e conseguiu que essa obra fosse retomada” relatou Rodrigo que acompanhou de perto a obra da nova escola, sendo diretor da unidade já existente e que funcionava junto da Escola Municipal Renato Pradi, no bairro São Luis.

Foto: Fábio Junckes

Escola deve ser inaugurada ainda este mês

Alguns detalhes ainda precisam ser concluídos na nova escola, mas isto não impediu que as aulas começassem na segunda-feira (7) para 450 alunos do ensino médio. A inauguração oficial da escola deve ocorrer entre o 16 e 17 de fevereiro. A estrutura da nova escola pode abrigar 13 turmas, sendo 10 no matutino e 3 no noturno.

"Ainda estamos em obra, porém adaptando para conseguir seguir o calendário do ano letivo. O essencial atender os alunos nós temos. As salas já estão todas montadas, com ar-condicionado e lousa digital", comenta o diretor.

Foto: Fábio Junkes

De acordo com diretor, enquanto a escola Darci Franke Welk funcinou junto da escola Renato Pradi, no bairro São Luis, numa parceria com o município, eram atendidos em média 220 alunos do ensino médio no período noturno. Já nesta nova unidade, foram abertas turmas no período matutino e a capacidade é para 1.500 alunos.

Estrutura

O terreno da escola Darci Franke Welk foi doado pela Prefeitura de Jaraguá do Sul e conta com aproximadamente 5 mil metros quadrados de área construída.

A nova estrutura da escola tem 12 salas de aulas, dois laboratórios de informáticas, quatros laboratórios diversos, auditório, refeitório, cozinha industrial, biblioteca, ginásio de esporte, acessibilidade, com rampas e banheiros adaptados.

Foto: Fábio Junkes

Desde 2011 quando iniciaram os trabalhos, custo da obra da escola passou do valor contrato de R$ 6 milhões para R$ 8,6 milhões até ser concluída este ano.

Além de ampla, a escola foi planejada para seguir as regras de acessibilidade.