O 1º semestre de aulas da UFSC, no formato online, começou com um imprevisto. Desde o domingo (30) os servidores da área de tecnologia da informação da universidade trabalharam para manter o Moodle, sistema de ensino virtual da UFSC, funcionando corretamente. Isso porque, ainda no final de semana, um ataque hacker desestabilizou o programa e atrapalhou o acesso dos alunos na retomada das aulas, nesta segunda-feira (31).

O ataque criminoso foi contido nas primeiras horas do dia. A universidade registrou Boletim de Ocorrência e notificou a Polícia Federal para que apure o caso. Por volta das 9h, o sistema voltou a funcionar normalmente e as aulas realizadas.

Os calouros do curso de Jornalismo, por exemplo, reencontraram a professora Valentina da Silva Nunes, depois de cinco meses, mas pela tela do computador. A turma teve uma semana de aula, em março.

“Foi melhor do que eu esperava. Por questões técnicas mesmo, eu achava que poderíamos ter mais intercorrências, cair internet, ficar lento, mas tudo fluiu bem. Estavam todos os 15 alunos da disciplina. Senti que eles estavam interessados, fizeram perguntas”, relatou a professora.

Assim como a maioria dos docentes, Valentina apresentou o plano de ensino remoto emergencial, os critérios de presença, de avaliação e o que vai mudar em relação ao presencial. Professora de redação, Valentina usou texto e criatividade para pedir silêncio à vizinhança, enquanto ministrava sua aula. Ela disse que ficou animada e, conversando com os colegas, captou o mesmo sentimento.

“Claro que no começo é estranho, diferente. Pedi para todos ligarem as câmeras, pra gente se ver pelo menos no início. Depois alguns desligaram porque consome muitos dados, pode cair. Para o professor é complicado quando ele não vê com quem está falando. Por isso a gente solicita pelo menos esse alô inicial. Havia alunos que estavam fora de Floripa. Muitos voltaram pra casa dos pais”, disse Valentina.

* Com informações do SC Portais.

 

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp