Foram definidas nesta quarta-feira (16), as cinco empresas que fornecerão lâmpadas de LED para o município de Jaraguá do Sul, pelos próximos 12 meses.

Depois de duas licitações desertas (sem empresas habilitadas), a Secretaria de Planejamento e Urbanismo publicou novo edital de pregão presencial, cuja entrega da documentação aconteceu dia 7 de maio e a abertura e julgamento do pregão presencial no último dia 16.

Segundo o secretário de Planejamento e Urbanismo, Eduardo Bertoldi, os dois primeiros editais não tiveram participantes devido às exigências técnicas das luminárias, buscando maior qualidade e garantia do material.

Ainda segundo Bertoldi, 19 empresas se habilitaram para concorrer e cinco tiveram a documentação aproada e puderam concorrer.

A secretaria inseriu no edital luminárias de LED de seis potências diferentes (90, 120, 150, 180, 200 e 240 watts). As cinco empresas concorrentes disputaram os preços de cada um dos seis itens do edital e irão fornecer os produtos.

Bertoldi comemora a economia conseguida conseguida com o pregão presencial. "Em relação ao valor orçado para o valor final da licitação gouve uma redução de 32,27%", explica, acrescentando que o valor inicial orçado era de R$ 8,1 milhões.

"Em um dos itens, por exemplo, que era a luminária LED 200 watts, conseguimos a redução de 63,52% em relação ao valor em R$ 930,00. Outros itens também tiveram economia significativa.

O secretário informa ainda que três empresas manifestaram interesse em apresentar recursos contra os concorrentes. Elas têm o prazo de três dias úteis para isso.

Em caso de haver recursos, após o julgamento dos mesmos, será dado o prazo de mais três dias para apresentação de amostras dos produtos para homologação da licitação. Em seguida, acontece a publicação do Diário Oficial do Município, a ordem de compra e o prazo de 30 dias para a entrega das aproximadamente quatro mil luminárias de LED à Prefeitura.

As luminárias substituirão as lâmpadas de mercúrio e vapor de sódio, primeiramente, nas ruas estruturais, onde se concentra grande fluxo de veículos e pedestres, nas ligações em ruas dos bairros da cidade.

"A intenção é oferecer mais segurança para pedestres e motoristas dando mais visibilidade, embelezar a cidade e promover uma economia de 50% no gasto que o município tem atualmente com a iluminação pública", ressalta Bertoldi.

Ainda conforme ele, as lâmpadas de vapor de sódio e de mercúrio das ruas estruturais serão reaproveitadas em locais onde não existe iluminação pública ou ainda é deficiente.

*Com informações da Prefeitura de Jaraguá do Sul