A Defesa Civil de Joinville registrou mais de 100 ocorrências relacionadas aos danos causados pelo vendaval ocorrido na tarde de terça-feira (30) no município. A maioria dos atendimentos está relacionada a destelhamentos. O relatório deve ser finalizado nesta quinta-feira (02).

Nos trabalhos são realizadas orientações aos moradores que tiveram imóveis danificados pelo vento e entregas de lonas.

Entre as ocorrências mais greves foi a interdição de um galpão industrial, no bairro Santa Catarina, depois que uma parede foi derrubada pelo vento. Uma pessoa ficou ferida.

Árvores

A Prefeitura de Joinville, por meio da Secretaria de Agricultura e do Meio Ambiente, contínua com os trabalhos de retirada de árvores que caíram por causa do vendaval.

Conforme levantamento da Unidade de Parques, Praças e Rearborização Pública, foram registradas mais de 70 ocorrências de queda. A ação tem apoio também do Corpo de Bombeiros Voluntários.

A equipe de trabalho foi divida em quatro unidades. Até a madrugada desta quarta-feira (07) haviam sido retiradas 38 árvores de grande e médio portes. Os trabalhos priorizaram as ruas que estavam bloqueadas.

Entre as ações realizadas pela equipe na manhã desta quarta-feira, foram retiradas árvores que impediam a passagem na rua Joaçaba, no Saguaçu, e na rua Prefeito Baltazar Buschle, no Espinheiros.

Também serão retiradas árvores que caíram na subida do Morro do Mirante da Boa Vista. O local está interditado. Uma árvore também foi retirada da linha férrea na zona Sul da cidade pela equipe da Subprefeitura Regional.

Ceasa

O vento causou danos na estrutura da Ceasa, no Distrito de Pirabeiraba. Devido aos danos, os atendimentos estão suspensos.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul