Nova estimativa populacional divulgada nesta quarta-feira (28) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) aponta que, das 15 cidades catarinenses que tiveram maior taxa de crescimento demográfico no último ano, sete são do Vale do Itajaí e integram a Associação dos Municípios da Região da Foz do Rio Itajaí (Amfri).

A cidade de Itapema foi a que registrou a maior taxa de aumento na região e a segunda maior de Santa Catarina, com 3,3%, atrás apenas de Araquari, localizada no Norte, que teve um crescimento de 3,9%.

Entre as dez maiores evoluções no estado, aparecem ainda Bombinhas em sexto, com 3%; Balneário Piçarras em oitavo, com 2,8%; e Navegantes em nono, com 2,8%. Camboriú, com 2,7%, Porto Belo, com 2,7%, e Balneário Camboriú, com 2,6%, ficaram em 11º, 13º e 14º lugares na lista, respectivamente.

Queda populacional

De acordo com a pesquisa, cinco cidades da região, todas situadas no Alto Vale, perderam habitantes no último ano. Mirim Doce apresentou a maior queda populacional, com -1,2%.

O déficit também foi registrado em Vitor Meireles (-0,7%), Atalanta (-0,5%), Vidal Ramos (-0,1%) e Presidente Nereu (-0,1), que, segundo o IBGE, é o menor município do Vale do Itajaí, com apenas 2.287 moradores.

Blumenau é a maior cidade da região

Com 357.199 habitantes, Blumenau segue como a maior cidade do Vale do Itajaí e a terceira maior de Santa Catarina, atrás de Joinville (590.466) e Florianópolis (500.973). Em relação ao levantamento de 2018, a Capital Brasileira da Cerveja registrou um aumento populacional de 1,3% ou de 4,7 mil moradores, em termos absolutos.

Quer receber as notícias no WhatsApp?