Foto Aprasc/Divulgação
Foto Aprasc/Divulgação

Uma manifestação dos Praças da Polícia Militar de Santa Catarina e dos Bombeiros, realizada na tarde desta quinta-feira (30) na SC 401 sentido Centro-Bairros, foi suficiente para mais uma vez travar o trânsito da região central de Florianópolis, a exemplo do que aconteceu nesta quarta-feira (29), quando um pequeno acidente no mesmo local formou filas por toda a extensão da Beira Mar Norte.

Uma manifestação dos Praças da Polícia Militar de Santa Catarina e dos Bombeiros, realizada na tarde desta quinta-feira (30) na SC 401 sentido Centro-Bairros, foi suficiente para mais uma vez travar o trânsito da região central de Florianópolis, a exemplo do que aconteceu nesta quarta-feira (29), quando um pequeno acidente no mesmo local formou filas por toda a extensão da Beira Mar Norte.

Os policiais estão em campanha salarial e tentam negociar com o governo estadual a reposição em seus soldos de perdas inflacionárias, segundo eles, de 37%, além de 40% do poder aquisitivo. Uma assembleia geral da categoria foi realizada na Associação Catarinense de Medicina (ACM), que fica a menos de um 1 km do Centro Administrativo.

Foto Aprasc/Divulgação

De lá seguiram em caminhada pela rodovia que dá acesso ao Norte da Ilha até a sede do governo estadual. Mesmo que por volta das 17 horas eles tivessem liberado as pistas da SC 401, o tempo de interrupção foi suficiente para a formação de filas até a região da Beira Mar Norte.

Mais uma vez os moradores de Florianópolis e turistas terão que ter uma dose extra de paciência para voltarem para casa. A rodovia é a principal ligação do centro para os bairros do Norte da Ilha, onde estão concentrados o maior número de visitantes da cidade nesta época do ano.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul