O fim de semana foi marcado por mais uma grande ação de imunização da campanha Criciúma Vacina. Os três parques da cidade receberam equipes da Secretaria de Saúde do Município, para aplicação de doses das vacinas de rotina, que fazem parte do Calendário Nacional de Vacinação do Ministério da Saúde, além das vacinas de campanhas, como a de Influenza e Covid-19.

"Esta foi a segunda grande ação realizada pelo Governo do Município e teve um resultado surpreendente. Nos dois finais de semana de mobilização somamos mais de 8 mil vacinas aplicadas", comemorou o secretário de Saúde, Arleu da Silveira.

A mobilização foi realizada neste fim de semana, dias 23 e 24, nos parques: das Nações Cincinato Naspolini, dos Imigrantes e Municipal Prefeito Altair Guidi. Nesta ação, foram aplicadas 3419 doses, sendo 688 de vacinas de rotina, 1069 de Influenza, e 1662 de Covid-19 (1ª, 2ª, 3ª e 4ª dose). A primeira grande ação da campanha foi feita nos dias 25 e 26 de junho.

"Foram duas grandes mobilizações organizadas pelo Município, mas que contaram com importantes parcerias, que auxiliaram na conscientização da população e no apoio aos eventos", reforçou o secretário.

Além das equipes de saúde, a mobilização contou com as seguintes secretarias e entidades parceiras: Secretaria de Educação, Secretaria de Assistência Social e Habitação, Diretoria de Meio Ambiente, Defesa Civil, Afasc, Unesc, Esucri, Satc, SESI, 28°GAC, Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Cruz Vermelha, OAB, Rotary Clube e Via Gastronômica.

Vacinação segue no Município

O secretário reforça, ainda, a importância de manter o calendário de vacinação em dia.

"Durante muito tempo o Brasil foi um modelo em relação a organização e execução de campanhas de vacinação. Sem dúvida, as campanhas de imunização foram responsáveis pelo controle e erradicação de doenças graves no Brasil e no mundo, porque a forma mais fácil, segura e eficaz de se proteger contra doenças é com a prática da vacinação", destacou.

Todas as vacinas que fazem parte do Calendário de Vacinação, além das vacinas de campanha, continuam disponíveis nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs).