O setor jurídico do Município de Criciúma deverá enviar, nos próximos dias, um documento à Febraban (Federação Brasileira de Bancos) pedindo a ampliação no horário de atendimento de agências bancárias e lotéricas na cidade. Segundo o secretário de Saúde, Acélio Casagrande, a intenção é evitar aglomeração em meio a pandemia. "Estamos preparando esse documento que será enviado. Vamos pedir a ampliação nos horários, seria até interessante se esses locais, que hoje atendem somente quatro horas por dias, passassem trabalhar por oito horas diárias", informou o secretário.

O assunto também vem sendo discutido na Câmara de Vereadores do município, na última semana, um documento enviado ao Presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, solicitou a ampliação no horário de atendimentos das agências bancárias. O pedido feito pelo vereador Arleu da Silveira é que de os bancos iniciem o atendimento ao público, às 10h.

Segundo o vereador, a necessidade de ampliação se dá por conta da pandemia, que tem levado mais pessoas às filas das agências. “A medida se torna necessária devido ao grande fluxo de pessoas que estão procurando as agências. Sendo assim, com um horário mais flexível não haverá aglomeração e, consequentemente, o possível contágio”, diz o documento do parlamentar.

O requerimento pede ainda que, após o fim da pandemia, as agências continuem com atendimento ampliado já que, segundo o vereador, a cidade passou por um grande crescimento econômico e populacional nos últimos anos com estimativa de continuidade, o que torna mais que necessário que o sistema bancário se adapte a essa nova realidade.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul