Criciúma chegou nesta segunda-feira (30) a 130 mortes causadas por Covid-19. Dados colhidos pela Vigilância Epidemiológica do município até a última semana revelam que a maior parte das vítimas fatais do vírus na cidade são homens, com problemas cardíacos e idade entre 70 e 79 anos.

Os dados foram colhidos até o momento em que haviam 128 vítimas, destas, 53,91% são do sexo masculino, enquanto 46.09% são mulheres.

Os dados indicam que o vírus tem sido mais letal em criciumenses com mais de 60 anos. Foram 33 vítimas com idade entre 60 e 69 anos, 34 mortos entre 70 e 79 anos e 29 com idade entre 80 e 89 anos.

Foram contabilizadas ainda uma morte de vítima com menos de 20 anos, quatro com idade entre 40 e 49 anos, 15 óbitos entre 50 e 59 anos e por fim, 12 óbitos de pacientes com 90 anos ou mais.

Cardíacos são a maioria

Pacientes com problemas cardíacos somam a maioria das vítimas fatais do vírus. Foram 21 criciumenses com problemas cardíacos que não resistiram a Covid-19. Na sequência esta a diabetes (17 vítimas), problemas respiratórios (7), renal (5), imunossupressão (2) e cromossômica (1).

Confira o gráfico com os dados:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp