Em 2017, o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) Ilha possuía 337 famílias em espera, já em 2018 o local tinha 214 aguardando uma vaga. No ano de 2019, após diversas reuniões com equipe técnica sobre metodologia e a construção coletiva com as equipes, foi realizado um mutirão para atendimento das famílias que aguardavam na lista e, com isso, a Prefeitura de Florianópolis zerou a fila de espera por atendimento.

O Creas atende famílias e indivíduos em situação de ameaça ou violação de direitos. Ele integra o Sistema Único de Assistência Social. Lá são atendidos, por exemplo, idosos, pessoas com deficiência, e adultos ou famílias com direitos violados, abandono, trabalho infantil e discriminação por orientação sexual.

“Ficamos muito felizes com o resultado do trabalho árduo de toda a equipe. É um enorme avanço para o município e que agora serão inseridas em acompanhamento em até 45 dias, sendo que o prazo de espera poderia ser em até 2 anos”, comenta o prefeito Gean Loureiro.

Na última sexta-feira (6), o Prefeito Gean Loureiro, a Secretária de Assistência Social Maria Cláudia Goulart da Silva e o Promotor de Justiça Marcelo Wegner, entregaram a todos os servidores envolvidos uma homenagem pela dedicação e atendimento.

Os atendimentos são feitos das 8h às 19h de segunda a sexta-feira, sem agendamento prévio. O local fica na Rua Rui Barbosa, 677, na Agronômica.

Receba as notícias do OCP no WhatsApp: