O Superintendente do Ministério da Saúde em Santa Catarina, Rogério Ribeiro, informou que foi repassada na semana passada à Secretaria de Estado da Saúde a recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para que seja suspensa a vacinação em grávidas com o imunizante AstraZeneca/Fiocruz.

Uma nota técnica foi emitida pela Anvisa na noite desta segunda-feira (11), mas a Superintendência em SC já tinha a informação sobre o não uso do imunizante nestas situações. “Recebemos a orientação e repassamos à secretaria”, informou Rogério Ribeiro.

 

 

Conforme a nota técnica da Anvisa, “A bula atual da vacina contra a covid-19 da AstraZeneca não recomenda o uso da vacina sem orientação médica”.

A prefeitura de São Paulo também suspendeu preventivamente a aplicação AstraZeneca/Fiocruz para gestantes. A suspensão será mantida até que ocorra uma nova orientação por meio do Programa Nacional de Imunização, do Ministério da Saúde.