Criciúma é a segunda cidade do estado com maior número de infectados ativos por Covid-19.

Hoje são 822, 23 a menos que o boletim anterior. A cidade só perde para Joinville, com 1.772 casos ativos. Florianópolis e Blumenau têm 794, cada.

Os dados são do Governo do Estado em sincronia ao Informe Epidemiológico emitido na noite desta terça-feira pela Vigilância em Saúde de Criciúma.

A cidade do Sul catarinense registrou, nesta terça, 12 novos casos de Covid-19 e 33 curas.

Criciúma notificou, desde o início da pandemia, 29.598 infectados pelo coronavírus e 28.339 já recuperados da doença.

Há ainda 102 sob suspeita, aguardando o resultado do exame, e 103.203 pessoas já testadas.

Hospitalizados

Há exatos 25 dias, Criciúma não voltava a registrar 200 hospitalizados devido à Covid-19.

Dos 200 internados hoje na cidade, 61 estão em leitos de UTI, 123 são criciumenses e, 77, pacientes de outros municípios.

Do total, 19 estão sob suspeita de contaminação, aguardando o resultado do exame.

À espera

Segundo o Governo do Estado, hoje há dois pacientes à espera de um leito de UTI Covid-19 na macrorregional de Criciúma (Hospital São José e Fundação Hospitalar Santa Otília, de Orleans), que também engloba as regiões de Tubarão e Araranguá.

Óbitos

Criciúma soma 437 mortes por conta da pandemia.

Vacinação

O Informe Epidemiológico ainda traz os números da vacinação na cidade, confira: