Um novo lote com mais 21.060 doses da vacina do fabricante Pfizer chegou a Santa Catarina na noite desta quarta-feira (26). Confira quais cidades receberão as doses do imunizante:

 

Desta vez, 13 municípios vão receber doses desta vacina:

  • Balneário Camboriú (1.170)
  • Biguaçu (1.170)
  • Blumenau (2.340)
  • Brusque (1.170)
  • Criciúma (2.340)
  • Florianópolis (3.510)
  • Itajaí (1.170)
  • Jaraguá do Sul (1.170)
  • Joinville (2.340)
  • São José (1.170)
  • Palhoça (1.170)
  • Tubarão (1.170)
  • Araranguá (1.170).

A distribuição dessas doses ocorrerá ao longo da semana.

 

“Cada chegada de doses permite o avanço da vacinação em Santa Catarina. Hoje anunciamos mais grupos a serem imunizados como toda a força de segurança pública e profissionais que atuam no sistema prisional e socioeducativo. Além dos professores de todo o Estado, que já começaram a ser vacinados nesta quarta”, destaca o governador Carlos Moisés.

Imunizantes para dose 1

As vacinas desta remessa serão utilizadas como dose 1 para que os municípios deem continuidade à vacinação de pessoas de 18 a 59 anos de idade portadoras de comorbidades e de deficiência permanente grave, além de avançar na vacinação do grupo de trabalhadores de educação pública e privada, forças de segurança e salvamento, forças armadas, funcionários do sistema de privação de liberdade, população privada de liberdade, pessoas em situação de rua, trabalhadores do transporte aéreo e portuário.

O secretário de saúde de Santa Catarina, André Motta Ribeiro, alerta que foi emitida uma nota técnica nesta quarta, orientando as secretarias municipais sobre a aplicação das doses das vacinas AstraZeneca e Pfizer que chegaram ao estado nos dias 25 e 26 de maio.

Nesta etapa da campanha, é fundamental que as secretarias municipais de saúde sigam as definições do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19, bem como as orientações da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) e da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive) na campanha de vacinação.

Os grupos prioritários devem ser vacinados seguindo as pactuações realizadas e a ordem de priorização estabelecida. Todas as informações podem ser consultadas na nota técnica.