Na madrugada deste domingo (11), o coronel do Exército Bernardo Romão Corrêa Neto foi detido pela Polícia Federal ao desembarcar no Aeroporto Internacional de Brasília.

Ele estava nos Estados Unidos, onde participava de um curso no Colégio Interamericano de Defesa, em Washington.

Durante a manhã, o militar passou por audiência de custódia. Ele segue detido no Batalhão da Guarda Presidencial.

Corrêa Neto é um dos quatro investigados pela PF por envolvimento em uma suposta tentativa de golpe de Estado

Sua prisão preventiva foi decretada na semana passada, no âmbito da Operação da Tempus Veritatis.

Também foram presos Filipe Martins, ex-assessor internacional de Bolsonaro, e os militares Marcelo Câmara e Rafael Martins.