A Prefeitura de Gaspar recebeu nesta segunda-feira (29) cerca de 940 doses da CoronaVac. O quantitativo será destinado ao prosseguimento da imunização dos trabalhadores da saúde e idosos com 70 anos ou mais, além de iniciar o próximo grupo prioritário.

Na quarta-feira (31), será realizado um drive-thru, sistema no qual não é necessário sair do carro para receber a vacina, para pessoas com 69 anos. A ação ocorre das 8h às 16h, no Centro de Vacinação localizado na Arena Multiuso Prefeito Francisco Hostins.

Para evitar aglomerações, o processo ocorrerá de forma escalonada, dividindo a demanda por mês de nascimento.

  • às 8h: vacinação de pessoas com 69 anos nascidas em janeiro e fevereiro;
  • às 9h: vacinação de pessoas com 69 anos nascidas em março e abril;
  • às 10h: vacinação de pessoas com 69 anos nascidas em maio e junho;
  • às 11h: vacinação de pessoas com 69 anos nascidas em julho e agosto;
  • às 12h: vacinação de pessoas com 69 anos nascidas em setembro e outubro;
  • às 13h: vacinação de pessoas com 69 anos nascidas em novembro e dezembro.

Segundo a Prefeitura, há doses suficientes para imunizar todos os idosos de 69 anos que moram na cidade e estão cadastrados no Sistema Único de Saúde (SUS), por isso, não há necessidade de chegar com antecedência.

Quem não puder ir ao drive-thru, terá a oportunidade de se vacinar nos dias 1°, 5 e 6 de abril, no Centro de Vacinação, também de acordo com o mês de nascimento. Idosos com 69 anos ou mais nascidos em janeiro, fevereiro, março e abril, poderão comparecer na quinta-feira (1°); nascidos em maio, junho, julho e agosto, na próxima segunda-feira (5); e nascidos em setembro, outubro, novembro e dezembro, na terça-feira (6).

No local, é necessário apresentar documento com foto e estar cadastrado no SUS - aqueles que não estiverem com o cadastro regular devem procurar as unidades de saúde para atualização. A Secretaria de Saúde pede que, se for preciso, os idosos levem, no máximo, um acompanhante.

Até sexta-feira (26), Gaspar já havia imunizado 4.035 pessoas com a primeira dose, o que corresponde a aproximadamente 20% do público prioritário do Plano Nacional de Imunização, conforme estimativa de cadastros no SUS. Destas, 1.022 receberam a segunda dose da vacina contra o coronavírus.