A Prefeitura de Jaraguá do Sul  está trabalhando no projeto para construção de uma ponte ligando as ruas Treze de Maio com a Joaquim Francisco de Paulo, entre os bairros Chico de Paulo e Amizade nas proximidades da empresa Menegotti Máquinas. A iniciativa pretende garantir mais mobilidade na região.

Aqueles famosos "anda e para" causados pelos congestionamentos são sentidos logo no início da manhã no Amizade. Trânsito praticamente parado para quem depende de transporte público e carro. Em dias de chuva, a situação piora.

É assim a rotina diária dos moradores que precisam se deslocar para a escola e de pessoas que possuem comércios na localidade.
Com uma loja de suplementos situada na área, a comerciante Marisa Floriani acredita que a instalação da ponte vai desafogar o fluxo de veículos e atrair mais clientes para a sua loja.

"De manhã a situação é caótica. Durante a tarde se dissolve um pouco e, no final do dia o caus começa novamente", explica.

Em sua opinião, as alterações de trânsito para quem vem do Czerniewicz e tem que passar pelo bairro Amizade, na rua Roberto Ziemann, com acesso à ponte do Rau, pioraram os congestionamentos.

"As pessoas descem a principal e acabam vindo por aqui. Dá no mesmo, porque tranca igual", diz.

Jonathan Coelho acredita que instalação da ponte irá  atrair mais clientes para seu estabelecimento | Foto Eduardo Montecino/OCP News

Proprietário de uma padaria, Jonathan Coelho também está otimista com o projeto. "Espero que traga mais pessoas. Hoje, o nosso movimento é mais com os moradores dos bairros", comenta.

Assinada ordem de serviço

A empresa Obra Arte Engenharia Ltda será responsável por desenvolver o projeto da ponte. A empresa com sede em Tubarão terá um prazo de quatro meses para finalizar o planejamento da ponte.

Segundo a prefeitura, o edital de Tomada de Preços havia sido lançado em fevereiro deste ano. Originalmente o valor era de R$ 308, 2 mil como preço máximo a pagar pelo serviço.

Entretanto, a empresa venceu a licitação com o valor de R$ 175, 4 mil, cerca de 43% a menos que o valor estimado pela Prefeitura.

Nova ponte irá fazer ligação entre os bairros Amizade e Chico de Paulo. | Foto Eduardo Montecino/OCP news

De acordo com o arquiteto e urbanista da Prefeitura, Otoniel da Silva Obrad, o objetivo desta obra é para desafogar o trânsito na região.
"Muitos moradores reclamam dos intensos congestionamentos registrados nos horários de pico. Vai ser uma nova alternativa", explica.
Para o prefeito Antídio Lunelli, a obra é necessária entre os dois bairros, visto que é uma localidade que vem crescendo. Por se tratar de uma obra importante, Lunelli solicitou ao representante da empresa, Vilson Renan Brillinger, um esforço para que o projeto executivo seja concluído o mais breve possível.

Desapropriações para as obras

O diretor do Instituto Jourdan, Luís Fernando Marcolla, explica que até o momento uma desapropriação está em andamento na região do Chico de Paulo. No bairro Amizade, será feito desapropriações em terrenos baldios.

Porém, não será necessário a retirada dos moradores, pois a área não possui residências.

Segundo Marcolla, o projeto é de suma importância para os motoristas que vem de Blumenau e Pomerode  e precisam ir em direção a Corupá e ao bairro Amizade.

De acordo com ele, com a ponte instalada, não será preciso passar pela região central da cidade.

Projeto vai ligar as ruas Treze de Maio com a Joaquim Francisco de Paula, nas proximidades da empresa Menegotti Máquinas | Foto Prefeitura de Jaraguá do Sul/Divulgação

Marcolla complementa ainda que o tráfego local será beneficiado. " Há muitos fluxos de veículos nesta região. Iremos atender essa demanda", salienta.

Novas pontes projetadas

Luís Fernando Marcolla revela que na sequência, estão programadas duas novas pontes em Jaraguá do Sul. Segundo o diretor do Instituto Jourdan, ainda estão sendo definidos alguns detalhes do projeto.

Prefeitura prevê a construção de novas pontes na cidade. | Foto Prefeitura de Jaraguá do Sul/Divulgação

Entre as futuras construções estão previstas: ponte entre as ruas Ângelo Rubini e João Januário Ayroso, na altura do Supermercado Brasão da Barra, e outra ligará a SC-110 com o bairro Barra do Rio Cerro, na altura do Motel Kalahari.

A segunda obra foi iniciada em gestões anteriores, mas precisou ser paralisada pois a fiação de alta tensão que passava sobre o rio era baixa e poderia bater em caminhões mais altos.

De acordo com a assessoria de imprensa da Prefeitura, a Celesc resolveu o problema da fiação, instalando um poste de metal no local.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?