Uma criança determinada e que sabe o que quer. É como Loreni Tomazi, mãe de Marcélli Vitória Tomazi descreve a filha.

Marcélli tem 12 anos e não enxerga desde os dois, mas isso não a impede de ser corajosa e dar um show nas aulas de patinação todos os sábados no Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU) Mestre Manequinha, em Jaraguá do Sul.

Segundo Loreni, Marcélli nasceu prematura de 26 semanas devido a uma complicação durante a gestação. Como consequência, ela veio ao mundo com baixa visão e, com o tempo, ficou totalmente cega.

A mãe conta que ela sempre foi uma criança muito ativa e independente. "Ela não gosta que façam as coisas por ela", comenta Loreni.

Marcélli já praticou balé e atualmente faz aulas de música.

No ano passado, a menina teve o primeiro contato com os patins enquanto brincava na casa de uma amiga, o que despertou o desejo de conhecer mais da atividade.

"Comprei um roller de três rodinhas e ela gostou muito, depois descobriu que o CEU oferece aulas de patinação e fiz a inscrição dela", lembra a mãe.

Foto Isabel Debatin/OCP News

Marcélli, que sonha em ser cantora e veterinária, conta que procura fazer esportes em que ela se sente a vontade, sem limitações.

"A patinação é legal e gosto da sensação de estar patinando, sentindo o vento no rosto. Já que eu não sou boa em esportes de bola, gosto destes mais artísticos", explica a jovem.

Para Loreni, sempre foi muito importante incentivar a filha a fazer esportes e outras atividades, pois a criança perde o medo e é uma forma de a encorajar para o futuro, ver a liberdade das coisas.

Com cautela, ela deixa Marcélli pelo menos experimentar as atividades e esportes. "Acho muito importante a criança estar inserida em tudo", explicou.

Como mãe de uma criança deficiente visual, Loreni acredita que Jaraguá do Sul é um município que acolhe bem as pessoas com esta condição.

Rede de apoio

Segundo a professora de patinação de Marcélli, Denise Batistela Moreira, foi uma surpresa muito agradável receber a menina como aluna.

"O que estou ensinando para ela é a mesma técnica e os mesmos movimentos que ensino para um aluno iniciante que não tem deficiência visual. A Marcélli responde muito bem, até melhor que algumas crianças", afirma.

Foto Isabel Debatin/OCP News

A patinação, assim como outras modalidades esportivas, traz muitos benefícios para quem pratica.

"O esporte oferece autonomia para as pessoas, atua no desenvolvimento da criança, noção de equilíbrio, consciência corporal, além dos ensinamentos para a vida, lição de perseverança, de confiar em si mesmo, de saber que é capaz", explica.

Aulas de patinação artística

As aulas gratuitas de patinação acontecem sempre aos sábados, das 15h30 às 17h para crianças e das 17h às 18h30 para adultos, no CEU que fica na rua Adão Noroschny, 516, Vila Lenzi.

As inscrições podem ser feitas diretamente no CEU com a professora Denise ou pelo telefone (47) 9 9954-1404.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul