Pacientes que buscam práticas integrativas, que são aquelas que se valem de conhecimentos tradicionais, para tratar ou prevenir problemas de saúde, terão acesso a 10 novos serviços pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Com a incorporação das novas modalidades, o total de modalidades chegou a 29, ofertadas em 9,3 mil unidades de saúde em 3,1 mil municípios.
Por ano, quase 5 milhões de brasileiros procuram esses serviços. A modalidade mais procurada pelos brasileiros é a acupuntura. No ano passado, foram realizados 707 mil atendimentos desse tipo. Segundo o Ministério da Saúde, aliada aos métodos da medicina tradicional, as práticas integrativas promovem a melhoria da qualidade de vida dos pacientes. Conheça as novas práticas que agora fazem parte do SUS.

Apiterapia

O método se vale de produtos fabricados por abelhas como a apitoxina, geleia real, pólen, própolis e mel.

Aromaterapia

Esta modalidade extrai óleos essenciais de plantas para obter concentrados voláteis que contribuem para o bem-estar.

Constelação familiar

A técnica busca reproduzir relações familiares em um ambiente controlado para identificar bloqueios emocionais.

Cromoterapia

Com o uso das cores, essa terapia busca equilibrar o organismo para tratar doenças.

Geoterapia

Nesse tratamento, os profissionais aplicam argila misturada com água sobre ferimentos e lesões para
ajudar na cicatrização.

Bioenergética

Essa modalidade se baseia em técnicas da psicoterapia para tratar sentimentos de sofrimento dos pacientes.

Hipnoterapia

A prática alia várias técnicas para elevar a consciência dos pacientes. Deste modo, é possível perceber comportamentos que se pretende alterar e agir sobre eles.

Imposição de mãos

Nessa técnica, os profissionais promovem a troca de energia com os pacientes ao colocar as mãos o mais
perto possível do corpo deles, e assim, curar mazelas.

Ozonioterapia

Para aliviar doenças, os profissionais ministram gases oxigênio e ozônio nos pacientes.

Terapia de florais

Para reequilibrar as vibrações do corpo, os profissionais usam essências florais nos pacientes.
Dezenove práticas disponíveis atualmente à população: ayurveda, homeopatia, medicina tradicional chinesa, medicina antroposófica, plantas medicinais/fitoterapia, arteterapia, biodança, dança circular, meditação, musicoterapia, naturopatia, osteopatia, quiropraxia, reflexoterapia, reiki, shantala, terapia comunitária integrativa, termalismo social/crenoterapia e yoga.
*Com informações do Ministério da Saúde