O Governo de Criciúma decretou estado de calamidade pública para enfrentamento da Covid-19.

Segundo o Executivo, a medida foi tomada devido ao aumento de casos de coronavírus e lotação dos hospitais, além da necessidade de monitoramento permanente da pandemia e elevação dos gastos públicos para proteger a saúde da população, "com adoção de medidas drásticas para a contenção do vírus".

As outras 11 cidades da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec) também devem aderir ao estado de calamidade pública.

O decreto já está publicado no Diário Eletrônico Oficial (DOE) desta sexta-feira (27).

Confira

Leia também

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul