Quem espera um novo e moderno terminal rodoviário para Joinville vai ter que aguardar bastante. A reforma da unidade, que hoje funciona no bairro Anita Garibaldi, não deve ter grandes alterações visuais, de ampliação de serviços e conforto aos usuários.

Ao que parece, o contrato para a revitalização, assinado com a empresa que venceu a licitação para obra na manhã desta terça-feira (5), será mais uma ação paliativa, até que uma nova Rodoviária possa ser construída, em outro local. Até agora, isto não tem prazo para acontecer.

O prédio em que a Rodoviária de Joinville está instalada pertence ao Ipreville (Instituto de Previdência Social dos Servidores Públicos do Município de Joinville) e a Prefeitura o aluga por R$ 122 mil ao mês. A reforma custará R$ 2.428.178,57 e será arcada pelo Instituto.

Muita gente reclama que a estrutura do terminal não atende às necessidades da comunidade e turistas. A praça de alimentação é bem restrita e as lanchonetes vendem praticamente os mesmos produtos. Não há restaurantes, farmácias, local com chuveiros para banho, ou outros quiosques de serviços a não ser uma pequena loja de presentes.

De acordo com o gerente da unidade administrativa do Ipreville, responsável também pela gestão do contrato desta reforma, Luiz Januário, os trabalhos se concentram na revitalização do telhado, sistema elétrico, hidráulico, piso, prevenção e combate a incêndio. O projeto foi desenvolvido por técnicos da Amunesc (Associação de Municípios do Nordeste de Santa Catarina).

“Tem uma equipe multidisciplinar e setorial que irá acompanhar a revitalização. Tudo será feito com material de primeira qualidade. Além dos pontos citados, há de se destacar que o prédio será todo readaptado para atender às normas de acessibilidade às pessoas com deficiência”, explicou Luiz Januário.

Os trabalhos são executados pela empresa Sinercon Construtora e Incorporadora e deve durar 12 meses.

O que vai mudar

Estacionamento

O local que hoje é administrado pela gestão da Rodoviária será reformulado. O pagamento para o usuário deixa de existir. Espaço ganha nova pavimentação e obras de drenagem, mas perde cobertura. Até o final das obras o espaço fica interditado.

Telhado

Todo o telhado do prédio será refeito

Sistema elétrico e hidráulico

A rede elétrica da Rodoviária será trocada, assim como o sistema hidráulico, exceto nos banheiros em que esta ação já foi executada na última reforma.

Central de gás

Depois de um projeto aprovado pelo Corpo de Bombeiros de Joinville, a Rodoviária vai perder a central de gás. Com isso, não será mais possível utilizar este tipo de combustível no preparo de alimentos da lanchonete.

Prevenção à incêndio

A estrutura vai ganhar um moderno sistema de combate e prevenção a incêndio com hidrantes, extintores e sinalização de emergência.

Acessibilidade

A rampa de acesso ao piso superior será reformada para ficar de acordo com as normas de acessibilidade vigentes. Além disso, os acessos ao prédio também ganham melhorias. Tudo está sendo feito para que a unidade consiga todos os alvarás necessários para o bom funcionamento da estrutura.

Piso e pintura

O chão vai ganhar uma nova cobertura, com material de ponta. As paredes e guichês devem receber reparos e nova pintura.

Quer receber as notícias no WhatsApp?