Depois de montar o canteiro de obras, há duas semanas as paredes da antiga lavanderia do Hospital Regional Hans Dieter Schmidt começaram a ser demolidas. É o início das obras dos 20 novos leitos da UTI (Unidade de Tratamento Intensivo). O investimento do governo do Estado é de R$ 7,7 milhões e tem prazo de execução de um ano e meio. A capacidade de atendimento será dobrada porque serão dez novos leitos de cardiologia e mais dez gerais.

“As instalações serão divididas em boxes individuais, sendo dez leitos com 14 metros quadrados e o restante com 16 metros quadrados além de leitos e banheiros específicos para pacientes que precisam ser isolados, com doenças graves”, explica a diretora da unidade, Tânia Eberhardt.

Com área total de 1.361,45 metros quadrados de intervenção, o local receberá posto de enfermagem, farmácia, salas de medicamentos, estar médico, rouparia, sala de visita e atendimentos aos familiares.

De acordo com a gerência de Infraestrutura da ADR (Agência de Desenvolvimento Regional) de Joinville, a reformulação é do telhado ao piso. Equipamentos de climatização e exaustão ficarão sobre a UTI em uma passarela técnica para facilitar a manutenção.

Os quartos terão isolamento acústico e maior incidência de iluminação natural. O projeto atende ainda quesitos hidrossanitários, tratamento de gases medicinais, rede lógica e telefônica e sistema preventivo de incêndio.

*Com informações de assessoria de imprensa da ADR Joinville

Quer receber as notícias no WhatsApp?