Taxa de ocupação de leitos de UTI é de 63% em Florianópolis | Foto Divulgação/Governo de SC
Taxa de ocupação de leitos de UTI é de 63% em Florianópolis | Foto Divulgação/Governo de SC

Um novo decreto conjunto entre às cidade de Florianópolis, São José, Palhoça e Biguaçu deve autorizar a flexibilização de atividades a partir desta quarta-feira (5). Uma reunião com prefeitos destes quatro municípios, realizada virtualmente na última sexta-feira (28) definiu pelo alinhamento de 100% das ações.

Com os números da pandemia do coronavírus em viés de baixa, a expectativa é de liberação da prática esportiva na Avenida Beira-Mar Norte e nas praias de Florianópolis. Outra tendência é a utilização de espaços ao ar livre de bares e restaurantes que ficam na orla. De acordo com as autoridades de saúde, estas ações terão baixo impacto no contágio, que está em queda. Na última semana, pela primeira vez, o índice de transmissibilidade esteve abaixo de 1.0.

“A gente não libera por liberar. A gente libera com um critério bem elaborado”, disse o prefeito Gean Loureiro (DEM). “Nós tínhamos um compromisso com a sociedade de não ter nenhum tipo de nova atividade liberada enquanto os números não parassem de crescer. A partir de agora começamos a analisar situações que podem retornar com menor risco, tudo justificado”, completou.

Números do Covidômetro

De acordo com os números do Covidômetro, a plataforma da prefeitura da Capital que reúne dados e orientações sobre a Covid-19, a ocupação dos leitos de UTI, que já foi superior 90%, caiu para 63%.

No momento, Florianópolis tem 1.812 pessoas em acompanhamento. No total, são mais de 10 mil casos confirmados, com 113 óbitos.

Confira os números

Ilustração/PMF

 

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp