Há pouco mais de um mês, publicamos uma matéria sobre a campanha que estava sendo feita pelos pais do pequeno Pietro Rafael da Silva, de dois anos, que precisava de uma cadeira de rodas especial, que custaria em torno de R$ 20 mil.

Segundo a mãe do menino, Helizabete Wengratt da Silva, muitas pessoas ajudaram com pequenos valores ou com coisas que o filho precisa, como fraldas.

No entanto, um doador anônimo fez com que a campanha acabasse mais cedo. A pessoa fez um depósito de R$ 10 mil diretamente para o fornecedor da cadeira, que deve chegar a Jaraguá do Sul ainda este ano.

Depois, será preciso fazer adaptações específicas para Pietro. A mãe acredita que até o início de março a cadeira deve ficar completamente pronta.

Apesar de não precisar mais de doações para a compra da cadeira, Helizabete menciona os gastos mensais e o maior deles, são as fraldas.

Pietro toma duas medicações, que apesar de não serem tão caras, o casal precisa comprar todos os meses.

Gasolina, plano de saúde, fraldas, lenços umedecidos, além de uma pessoa para cuidar do menino, estão entre os maiores gastos da família.

Quem quiser contribuir de alguma forma, pode entrar em contato com Helizabete através do WhatsApp (47) 9 8825-0782.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger