A tradicional queima de fogos do Réveillon de Balneário Camboriú está cancelada. A decisão foi anunciada pela Prefeitura nesta quinta-feira (19), em virtude do agravamento da pandemia de coronavírus na cidade.

De acordo com a Matriz de Risco da Secretaria de Estado da Saúde, Balneário Camboriú está inserida em região classificada como situação "grave" para a doença.

“Decidimos isso após discussões com o Comitê de Enfrentamento da Covid-19 e com base na matriz de grau de risco, cujo nível poderá aumentar para gravíssimo na próxima semana, impedindo o poder público de fazer eventos”, afirmou o prefeito Fabricio Oliveira.

Atualmente, o Centro Municipal de Tratamento do Coronavírus está com 100% dos leitos de UTI ocupados. Diante da situação, a Prefeitura solicitou à Justiça a transferência de pacientes para outras unidades hospitalares.

Despacho da juíza Adriana Lisboa, da Vara da Fazenda Pública de Balneário Camboriú, determinou que seja assegurado o equilíbrio da regulação dos pacientes, por meio da disponibilização de 35 leitos no Hospital Marieta Konder Bornhausen, em Itajaí, de forma imediata. Além disso, a decisão judicial ordenou que o Governo do Estado promova a habilitação de 20 leitos de enfermaria no Hospital de Camboriú.

 

"Balneário Camboriú foi uma das poucas cidades de Santa Catarina que não desmobilizou sua estrutura para tratamento do coronavírus e manteve todos os leitos e as equipes atuando. Diferente de outros hospitais que desativaram suas estruturas, o que causou a superlotação do Centro Municipal de Tratamento do Coronavírus", disse o prefeito.

 

O município já registrou 9.057 casos de Covid-19, dos quais 100 evoluíram para óbito.

Receba as notícias do OCP no seu WhatsApp: