O bolão entre funcionários que deixou 44 novos milionários de uma mesma empresa de logística portuária, no litoral de São Paulo, tem desde faxineiras a executivos.

Cada um dos sortudos receberá uma bagatela de R$ 2.786.981,17 do prêmio total de R$ 122,6 milhões.

Mas o que era para ser um momento apenas de felicidade, acabou virando uma enorme confusão, e dor de cabeça, após o vazamento dos perfis e telefones de alguns dos ganhadores.

Pelo menos 37 nomes foram vazados - 21 são homens e 16 são mulheres.

A lista de sortudos tem pessoas de todos os setores, como profissionais que atuam na limpeza, técnicos em refrigeração, alguns cargos executivos, coordenadores, gerentes, analistas financeiros, gestão, vendas, além de funcionários que atuam na área farmacêutica e na direção da empresa.

O bolão foi aberto para qualquer funcionário que quisesse participar e suspeita-se que os dados foram vazados por colegas que recusaram-se à participar e agora reagiram, arrependidos.

Segundo reportagem do G1, um dos vencedores, que preferiu não se identificar, disse que alguns profissionais da empresa ficaram "aos prantos e chorando sem parar" ao descobrir que perderam a chance de ficar milionários.

Ele confidenciou que após a alegria por ter ganhado o prêmio, acabaram se revoltando com colegas que, propositalmente, jogaram informações dos ganhadores em redes sociais.