O município de Cocal do Sul atualmente não possui base do Corpo de Bombeiros Militar e do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

Dessa forma, as pessoas que precisam ser atendidas em casos de urgência e emergência dependem do deslocamento das cidades vizinhas como Urussanga, Criciúma ou Morro da Fumaça. Por isso, o prefeito de Cocal do Sul, Fernando de Fáveri, esteve nesta semana buscando pleitos junto ao Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina para tirar o projeto do papel.

“Com a implantação da sede em Cocal do Sul, teríamos o combate ao incêndio e o socorro às vítimas. Hoje dependemos das cidades vizinhas para essas ações. Por isso fomos até a Florianópolis conversar com o comandante do Estado e a conversa foi muito positiva”, comenta Fernando.

Segundo ele, o projeto foi delegado ao comandante do Corpo de Bombeiros Militar de Criciúma.

O projeto vem sendo discutido a longo prazo, porém devido à troca de comando no Governo do Estado, existe uma possibilidade real de a instalação se tornar realidade.

“O município irá se comprometer com o local, profissionais e o Corpo de Bombeiros com o comando da sede e equipamentos”, detalha o prefeito.