Segundo comunicado divulgado pela Defesa Civil, além da frente fria, o catarinense deve se preparar para fortes ondas e rajadas de vento ao longo da costa.

Serão ondas de até 4,5m no Litoral Sul e 4m na região da Grande Florianópolis, acompanhadas por rajadas de vento que podem chegar aos 100km/h.

No litoral norte, as ondas devem chegar a 2,5m com rajadas de vento alcançando os 80km/h.

De acordo com o meteorologista Felipe Theodorovitz, a agitação do mar e a possibilidade de ressaca são causados pelo deslocamento de um ciclone subtropical entre o litoral gaúcho e o catarinense, cujos efeitos passam a ser mais intensos a partir da tarde de quarta-feira (18).

Dado o risco moderado decretado pela Defesa Civil, orienta-se a suspensão das atividades marítimas durante o período. Portanto, deve-se evitar a navegação e atividade pesqueira, esportes marítimos e demais atividades próximas às orlas.

Já para áreas vulneráveis à ação da ressaca, recomenda-se atenção para estruturas em área de erosão.