O governador Carlos Moisés e o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, reforçaram a necessidade do distanciamento social em Santa Catarina com a chegada do inverno.

Em entrevista coletiva, ambos destacaram que essa estação é naturalmente marcada por um aumento dos casos de doenças respiratórias, o que deve ser agravado com a pandemia de covid-19.

“Durante esse período, precisamos redobrar os cuidados, evitando aglomerações. A queda de temperatura reforça a necessidade de nos atermos às normas de distanciamento social”, afirma o governador.

Segundo Motta Ribeiro, a questão climática é um fator que deve ser levado em consideração pela população, uma vez que o frio leva a um aumento das doenças respiratórias.

Ele reforçou o pedido para que todos utilizem máscaras e higienizem as mãos com frequência.

“Esse cuidado redobrado pode fazer a diferença para evitar uma sobrecarga do nosso sistema hospitalar. Nosso objetivo é garantir que ninguém fique sem o tratamento adequado, e para isso a colaboração de todos é imprescindível”, destaca o secretário da Saúde.

O secretário também reforçou que a taxa de ocupação dos leitos de UTI exclusivos para Covid-19 está em 17,2%, o que representa um quadro favorável para o Estado. Ele também lembrou que a taxa de letalidade está em cerca de 2%, contra 6,6% da média nacional.

 

Com informações da assessoria de imprensa

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul