Em Jaraguá do Sul, segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde, quase 900 pessoas já estão atrasadas para a aplicação da segunda dose contra a Covid-19.

Esta ausência preocupa as autoridades de saúde, pois sem a segunda dose da vacina não haverá uma proteção efetiva contra o vírus.

Segundo a supervisora de imunização da Secretaria de Saúde, Ana Cristina Kneipp, a maioria das pessoas que atrasaram a segunda dose são idosos.

Também existem pessoas que deveriam ter tomado a segunda dose em fevereiro e até agora não compareceram ao Parque de Eventos.

 

De acordo com ela a procura pela vacina ficou abaixo do esperado também na quinta-feira (1º) e no sábado (03).

Das 500 pessoas programadas para receber a dose complementar, apenas 342 compareceram, 302 pessoas na quinta e apenas 40 no sábado.

A data para o retorno fica marcada na carteirinha de vacinação, a pessoa já sai da central de vacinas, no Parque Municipal de Eventos, sabendo o dia que deverá voltar para receber a segunda dose do imunizante.

“Reforçamos a importância da realização da dose complementar, conforme o preconizado para a vacina recebida, pois somente com o esquema completo, haverá uma efetiva proteção. As pessoas devem ficar atentas ao prazo de retorno”, alerta.

Nesta semana a Secretaria de Saúde tem programado um grupo grande para a segunda dose.

“Temos que ter a consciência de que, quanto maior é o atraso para a segunda dose, menor será a proteção almejada”, ressalta.

O Secretário Municipal de Saúde, Alceu Gilmar Moretti pede aos familiares e amigos dos idosos para que, se possível, verifiquem as carteirinhas de vacinação.

“Os idosos podem esquecer a data para o retorno”, alerta ele.

Jaraguá do Sul recebeu na manhã desta segunda-feira (05), 1.120 doses para a primeira aplicação e 2.900 para a segunda dose

Com informações de assessoria de imprensa.