As formas de abordagem, políticas públicas e estrutura física disponível para o atendimento da população de rua foram os temas abordados por representantes da prefeitura de Blumenau em visita realizada na quarta-feira (13) ao Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro POP) de Joinville. Assistentes sociais, educadores e gestores de Blumenau, entre eles o diretor de Políticas Públicas sobre Drogas e Reintegração Social, Marciano Tribess, ficaram especialmente interessados na boa estrutura física construída pela Prefeitura de Joinville há nove meses na rua Paraíba, no bairro Anita Garibaldi. “Aqui o prédio é planejado. Em Blumenau ainda estamos em local adaptado. Nossa meta é fazer um semelhante para desvincular  o nosso Centro POP de outros serviços”, explicou Marciano Tribess. O coordenador do Centro POP de Joinville, Sandro Mizzuno, falou sobre a rotina de acolhimento das pessoas em situação de rua, as normas e controles adotados pela Secretaria de Assistência Social. Ali os interessados são cadastrados e têm direito a banho, lanche, refeição, assistência social e de saúde, de segunda a sexta-feira, das 7 às 19 horas. As políticas sociais das duas cidades por meio do Centro POP são bastante semelhantes, na oferta de serviços socioassistenciais direcionados à sociabilidade e fortalecimento de vínculos pessoais ou familiares para alcançar qualidade de vida sustentável. Técnicos da Prefeitura de Blumenau classificaram a reunião de Joinville como o fortalecimento da rede intermunicipal de atendimento à população em situação de rua. Nas duas cidades, a população atendida tem perfil pessoal e histórico semelhante, em regra relacionado com rompimento de vínculos familiares. Nos últimos meses, Joinville tem registrados mais de mil atendimentos. “Nossa ação nesta área está em permanente evolução em busca de uma política de assistência social que tire as pessoas dessa condição, evitando sempre ações de caráter assistencialista”, resumiu o coordenador do Centro POP de Joinville, Sandro Mizzuno.