A Secretaria de Saúde de Joinville informou as autoridades estaduais de saúde, na sexta-feira (28), sobre a suspeita de um caso de mucormicose, infecção conhecida popularmente como ‘fungo negro’, em um paciente de 52 anos, morador de Joinville, que teve diagnóstico confirmado de Covid-19, em fevereiro.

O caso está sendo investigado pela Secretaria de Saúde de Joinville e está sendo acompanhado pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE) da Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina (SES/SC).

“Assim que tomamos conhecimento do caso, seguimos o protocolo e informamos imediatamente ao Ministério da Saúde que emitiu um alerta nacional por meio da rede CIEVS [Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde de Santa Catarina] dos estados. Além desse procedimento, continuamos acompanhando e prestando apoio ao município de Joinville na investigação do caso”, informou o Superintendente de Vigilância em Saúde, Eduardo Macário.

Em nível mundial, diversos estudos estão sendo realizados para verificar possíveis relações entre a mucormicose e pacientes com Covid-19, especialmente os que apresentam quadros de comorbidades e situação de imunossupressão.