Um morador do Rio de Janeiro de 48 anos realmente conseguiu tomar cinco doses de vacinas contra a Covid-19. A informação foi confirmada pela Secretaria Municipal de Saúde do Rio nesta quinta-feira (19). A SMS ainda confirmou que outros 16 munícipes receberam mais doses que o necessário.

O homem que recebeu o apelido de "hipervacinado" nas redes sociais, se aproveitava das quedas na rede da SMS para enganar os vacinadores. Os dados eram anotados em um papel, e só depois eram passados para um computador.

De acordo com a investigação, do dia 12 de maio em diante, o homem tomou três doses em um posto de saúde em Copacabana e duas no Chapéu-Mangueira, no Leme, ambos na Zona Sul do Rio.

Ele só foi descoberto nesta semana quando tentou tomar a sexta dose em Santa Cruz, na Zona Oeste, a 50 quilômetros de distância dos postos anteriores.

O hipervacinado já foi localizado pela Prefeitura do Rio que vai pedir esclarecimentos.

O Blog de Edimilson Ávila teve acesso à caderneta digital de vacinação do homem. O histórico de vacinação mostra que ele tomou "segundas doses" antes mesmo de tomar a primeira, além de duas aplicações em menos de 15 dias.

  • 12 de maio: 1ª dose da Pfizer;
  • 5 de junho: 2ª dose da AstraZeneca;
  • 17 de junho: 2ª dose da CoronaVac;
  • 9 de julho: 2ª dose da Pfizer;
  • 21 de julho: 1ª dose da CoronaVac;
  • Semana de 16 de agosto: tentativa da 6ª dose.

*Com informações de Edimilson Ávila.