Na quinta-feira (23), a Católica de Santa Catarina inaugurou a capela da unidade de Joinville. A revitalização do espaço faz parte das obras de restauro do complexo histórico no Centro da cidade onde, durante quase um século, funcionou a Metalúrgica Wetzel e hoje abriga o centro universitário. O local está aberto à celebração de missas e poderá ser frequentado por toda a comunidade.

Para comemorar a data, foi realizada uma celebração conduzida pelo bispo da Diocese de Joinville, Dom Francisco Carlos Bach. Para ele, a iniciativa da Instituição em implantar uma capela demonstra que a Católica SC não se preocupa somente em oferecer um ensino de excelência, mas também a oportunidade de o estudante buscar equilíbrio emocional por meio do encontro com Deus.

“O ser humano tem a necessidade do contato com o sagrado. Nesse sentido, uma capela é um ótimo espaço para que as pessoas possam encontrar-se com o Senhor de todas as coisas. Esse ambiente conspira para a partilha e nos torna pessoas mais humanas, éticas e solidárias”, comenta.

O vigário geral da Diocese de Joinville, Ademir José Ronchi, destaca que a Diocese de Joinville é grata à ao centro universitário pela abertura de uma capela dentro do imóvel histórico. “Ao oferecer esse espaço, a Católica SC busca a formação humana sob a luz do evangelho. A revitalização do espaço traz, também, um novo olhar sobre Joinville, formando a cultura de um povo”, ressalta.

Para o presidente do Conselho Curador da Fundação Educacional Regional Jaraguaense (Ferj), Pedro João Wolter, a abertura do espaço ecumênico no Centro da cidade permite que os joinvilenses manifestem sua fé e desfrutem de momentos de reflexão e oração, independentemente de sua religião.

A capela da Católica SC em Joinville tem espaço para 32 pessoas sentadas e passou por restauração entre dezembro de 2017 e agosto deste ano. As obras aconteceram na parte interna e externa, deixando o ambiente bastante acolhedor. A construção de 80 m² foi erguida entre as décadas de 1970 e 1980, em estilo art-deco com influências da arquitetura alemã. Pela década de construção, entende-se que o espaço era originalmente utilizado para fabricação de componentes elétricos e mecânicos.

Espaço preserva a história do século passado

A entrega da capela é mais uma etapa do projeto de revitalização do complexo da Wetzel, que começou em 2010 e contempla um espaço de 22 mil metros quadrados entre as ruas Visconde de Taunay e Senador Felipe Schmidt. Além de promover a revitalização da área da antiga fábrica, a Instituição construiu dois blocos novos para as salas de aula. O investimento é de R$ 26 milhões, com recursos próprios.

Espaço ecumênico passou por obras de restauração entre dezembro de 2016 e agosto deste ano|Foto/Divulgação

A antiga fábrica também abriga dois locais de atendimento gratuito à comunidade: o Núcleo de Prática Jurídica (NPJ) e o Núcleo de Apoio Fiscal e Contábil (NAF), em que estudantes dos Cursos de Direito e Ciências Contábeis prestam serviços jurídicos e fiscais, sob a orientação de professores.

Hoje, a Instituição conta com cinco mil alunos nos cursos de graduação e pós-graduação, nas unidades de Jaraguá do Sul e Joinville.

Leia também: Católica de Santa Catarina inaugura capela aberta à comunidade em Joinville *Com informações de assessoria de imprensa